6 de abril de 2018

Resenha: Deus do Oceano – Mila Wander e Josy Stoque.

em 6 de abril de 2018

12 comentários
Título: Deus do Oceano.
Autoras: Mila Wander e Josy Stoque.
Páginas: 300. Ano: 2018.
Idioma: Português.
Gênero: Fantasia, romance, literatura nacional.
Encontre no Skoob.
Compre: aqui.

Sinopse: Íris é uma atleta medalhista que sofre uma drástica mudança em sua vida depois que um acidente a deixa paralisada da cintura para baixo. Isso não tira sua vontade de continuar competindo como nadadora profissional, agora pelos Jogos Paralímpicos. 

Certo dia, com saudades do mar, ela arrisca algumas braçadas e é pega desprevenida por uma tempestade que não se anunciou, tragando-a para o fundo do oceano. O impensável acontece e Íris imagina ver um homem-peixe resgatando-a antes de perder a consciência. Ao despertar em uma ilha paradisíaca, um belo homem é sua única companhia, e, milagrosamente, suas pernas voltam a se mexer. No entanto, a moça não sabe onde está e o lindo estranho não se mostra disposto a ajudá-la a partir. A convivência com o deus grego fará a recordista paralímpica descobrir que faz parte de um conto de fadas que não acabou bem, tornando-a prisioneira de um passado que desconhecia. 

"Deus do Oceano" é o primeiro conto de fadas das amigas Mila e Josy, que também escreveram juntas os romances "Eu Nunca", publicado pela editora Pandorga, e "Proteja-me", ambos best-seller da Amazon.

Resultado de imagem para barrinha png


Oi, gente! Tudo bem? 

Estou de volta depois de um casamento maravilhoso (o meu <3) e uma lua de mel fantástica! hahaha. E já comecei a colocar minhas leituras em dia para trazer novidades para vocês. 

Começo com o livro de duas autoras muito queridas para mim, Mila Wander e Josy Stoque. As rainhas dos romances hot, mas que também sabem contar uma boa história, e que história!

A primeira vez que ouvi falar nesse plot foi na Bienal do Rio, no ano passado. A Josy me contou que ela e a Mila iriam começar a trabalhar nesse livro e eu já fiquei toda empolgada. Apesar da história ainda estar rodando no Wattpad e já ter conquistado milhões de fãs, eu não podia esperar e assim que liberaram o livro na Amazon (e eu voltei para o Novo Mundo – hehehe) eu peguei o livro para ler. 

Pela sinopse, já percebemos que o enredo mistura fantasia, contos de fadas e também um assunto muito importante: como é a vida de pessoas com paralisia da cintura para baixo?

[A mocinha da nossa história: Íris]

O que mais gostei nessa história foi a personagem de Íris. Talvez por ela ser atleta e estar acostumada às adversidades, ela tenha encarado a paralisia pós-acidente como mais um obstáculo. Mas, gostei muito de não ser um livro em que a mocinha fica se lamentando pela sua situação e decide viver. Isso mostra para quem é leigo no assunto (como eu) que é possível ter uma vida completamente normal, mesmo se você está em uma cadeira de rodas, porque você é normal.

Não gosto da palavra deficiente exatamente por isso, parece que você é menos, quando na verdade não é.


Pausa para comentário: um seriado que mostra isso de uma maneira muito legal é Switched at birth, não é sobre paralisia e sim sobre surdos. Muito legal! Recomendo!


Então, quando Íris é tragada pelo mar e suas pernas “voltam a funcionar”, ela fica curiosa, acha interessante, mas o livro não gira em torno disso. O que achei o máximo!



[Netuno, o Deus do Oceano]

Netuno, ou Neto, para os íntimos, é um personagem complexo. Achei muito bonita a história dele, contada no início. Não sei se tem um fundo de verdade (ou seja, se as autoras pesquisaram sobre mitologia) ou se foi inventada, mas de todo modo, achei muito doce. A ingenuidade do Deus do oceano com os humanos, a sua solidão e responsabilidade, mas também o imenso amor que ele tinha no coração foi comovente. E por isso foi tão triste ver no que ele se tornou e sua sede de vingança. 

Porém, o feitiço vira contra o feiticeiro e é nossa querida Íris que dá uma lição de vida em Netuno. Juntos, os dois vão ter que descobrir que o amor pode superar não só as cicatrizes do passado, mas também os limites físicos de Íris e a barreira entre dois mundos: o oceano e o humano. 

Spoiler Alert: no final, temos uma surpresa FOFA DEMAIS que tem a ver com um certo golfinho, que eu adorei. Para quem leu, me diga se estava imaginando isso... 

Mais uma vez, Mila Wander e Josy Stoque mostraram que têm uma química literária incrível e uma criatividade imensa. Adorei essa história e espero que venham mais contos de fadas por aí, porque eu adoro um bom romance água com açúcar, mistérios e muitos obstáculos no caminho.


Classificação:
 

Um grande beijo e até a próxima!


12 comentários :

  1. Primeira resenha que leio deste livro e o que parecia tão surreal, acabou se tornando pelo jeito, algo muito gostoso de ser lido.
    Nunca imaginei algo assim,mas gostei demais de tudo que li acima. Da forma como há mitologia, romance e beleza tudo reunido num pacote só.
    A capa do livro também é majestosa e sabe o que mais? É nacional!!
    Adoro e vai para a lista de desejados com certeza.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro. Eu curto fantasia... Pela sua classificação me parece uma boa história nacional.
    Obrigada pela dica.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  3. Ahhhhh que linda!!! Muito obrigada, Duda!!!! Adorei!!! Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi! Achei muito legal! Gostei que a protagonista não se deixou abater, e continuou com sua vida apesar deste obstáculo. Que intrigante o deus do mar aparecer para salvá-la e o que acontece a partir disso nessa ilha paradisíaca, onde ela acorda sem saber o que aconteceu. Quero conhecer esta história que você fala sobre o deus no começo da trama.


    Bjoxx – http://www.stalker-literaria.com/

    ResponderExcluir
  5. Essas duas autoras arrasam, né?! Depois de ler sua resenha, já estou doida por esse livro, parece ser um romance com um toque de fantasia muito bom, preciso ler ele!

    ResponderExcluir
  6. Ahhhh parabéns pelo casamento, que seja repleto de alegrias.
    Já vivi um relacionamento assim, então me identifico com muitas coisas do enredo que resenhou, o mocinho que conheci também não se vitimizava e confesso que descobri muitas coisas ao lado dele.
    Sem sombra de dúvidas, essa é uma leitura que eu quero fazer.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi.
    Já tive contato com a escrita da Mila e gostei muito. Ainda não tive oportunidade de ler nenhuma obra da Josy, mas tenho curiosidade.
    Gostei dessa pegada de fantasia, um pouco de mitologia. Achei interessante a abordagem sobre a personagem principal também.
    Fiquei curiosa.
    Adorei a resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Confesso que eu nunca tive contato com a escrita das autoras e, lendo a sinopse, não me interessei pelo livro. Porém, sua resenha me fez mudar de ideia.
    Achei mais interessante essa parte de fantasia e o que me convenceu mesmo a ler foi a personagem principal e a forma como a paralisia dela foi abordada.
    Adorei a resenha e vou adicionar o livro na minha lista de desejados.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá Duda,
    Eu ainda não li nada de nenhuma dessas autoras, mas é porque eu não curto os gêneros que elas escrevem. Fico contente que o livro tenha te agradado e que você o recomende. Também achei muito fofa essa surpresa com golfinho e legal as autoras terem um bom entrosamento entre si.
    Infelizmente, vou passar a dica, mas acho que muitos leitores vão curtir!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Ainda não li nada da Josy, mas da Mila já e por isso quero ler mais coisas. Achei a premissa diferente e espero que isso se torne uma boa leitura para mim.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi, Duda! Se não me engano, li alguma resenha sobre esse livro, ou sobre o lançamento. Gostei da premissa, a sua resenha fez eu me apaixonar pelo Neto sem nem ter lido! hahaha
    Vou procurar por esse livro para ler, espero gostar como vc gostou.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  12. Oi Duda, como está?
    Contos de fadas, mitlogia grega, esportes, romance... Meu Deus, olha a mistura do negócio! Gostei da proposta toda mixada, dá uma bela colcha de retalhos, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Tipo o que eu tô fazendo no meu livro "Um caminho para o destino", em que eu misturo sobrenatural, drama e romance.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://www.galaxiadeideias.com/
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^



TOPO