Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

4 de novembro de 2017

Resenha: Rainha de Copas.

Título: Rainha de Copas.

Autora: Collen Oakes.

Série: Queen of Herts #1.

Editora: Universo dos Livros.

Gênero: Aventura, Contos, Fantasia, Literatura Estrangeira.

Ano: 2014. 

Páginas: 216.

Idioma: Português. 

ISBN-13: 9788579307676.

ISBN-10: 8579307678.

Skoob: aqui.

Cortesia / Editora parceira LT 2017.

Nem todo conto de fadas tem um final feliz...

Como princesa do País das Maravilhas e futura Rainha de Copas, os dias de Dinah são uma monotonia sem fim. São muitos chás, tortas e uma série de humilhações causadas pelo Rei de Copas, seu pai. O momento mais esperado de seus dias é quando é visitada por Wardley, seu melhor amigo de infância, e futuro Cavaleiro de Copas - e o amor de sua vida.

Quando a coroação de Dinah se aproxima, uma sequência de eventos sangrentos sugere que algo errado está acontecendo nos extravagantes salões do palácio. A princesa terá de desvendar esses mistérios antes que ela perca a cabeça para um inimigo sagaz.

Personagens conhecidos como o Gato de Cheshire, o Coelho Branco e o Chapeleiro Maluco fazem parte da narrativa que encantará os leitores com uma nova perspectiva do País das Maravilhas, criado por Lewis Carroll.


CORTEM AS CABEÇAS!!

Não, calma... respira!

É simplesmente impossível ouvir falar em Rainha de Copas e não pensar naquela pequena cabeçuda dos filmes que adora gritar essa ordem. Confesso que a rainha de copas não é uma das minhas vilãs preferidas, assim como Alice no País das Maravilhas não é o meu conto ou desenho preferido, mas tenho que dizer para vocês que o que encontrei nesse livro foi exatamente o oposto do que imaginei.

O livro é muito bem detalhista e narrado em terceira pessoa se inicia contando a história de Dinah, uma jovem princesa, filha mais velha do Rei e futura Rainha de Copas. A menina viu sua família se desfazer quando sua mãe morreu e seu irmão enlouqueceu. 

Tudo o que a jovem queria era chamar a atenção de seu pai, mostrar que ela poderia ser boa e merecia ser amada. Seu pai, pelo contrário, a cada dia que passava a humilhava e pisava mais em cima da jovem.

Revelações e acontecimentos inesperados causaram um clima extremamente tenso no castelo, principalmente quando a coroação de Dinah se aproximava a cada dia mais. 

Ameaças, enigmas, traições, egoísmo, ganância e lealdade. São com essas palavras que posso descrever para vocês a história desse livro.

Não posso contar mais nada, porque sinto que estragaria a surpresa, entretanto, posso dizer, com toda certeza que: esse livro me surpreendeu! O início me deixou um pouco dispersa, pelo livro ser bem detalhado e não me prendeu muito, mas em determinado  momento da história, me envolvi tanto com a futura Rainha que me doía o coração em ver as maldades que aquele que deveria ama-lá fazia sem o menor vestígio de arrependimento. Para vocês terem ideia, o final do livro me deixou tão abismada que estou simplesmente alucinada pela continuação!

Com essa obra conseguimos ver os caminhos lentos que levaram pouco a pouco ao endurecimento do coração de uma jovem doce, apaixonada, sonhadora e cheia de vida. Mais uma prova de que as pessoas não nascem ruins, mas as circunstâncias da vida as corrompem. Nosso presente e o nosso futuro são consequências do nosso passado, cabe a nós decidirmos se ele é forte o suficiente para ser tornar um motivo ou um aprendizado.

Sobre a capa, não tenho nada a dizer, além de que é trabalho incrível, que está instigante, linda, chamativa e envolvente. A edição é bem simples em suas lindas páginas amareladas e delicados corações em cada início de capítulo. 

Falando em capítulos, o livro é divido em quatorze capítulos, que se intercalam entre curtos e longos. O livro é bem curto e pode ser uma leitura bem rápida, pois a escrita da Collen Oakes é fluida, apesar de ser bem detalhista, como disse anteriormente. O que me incomodou um pouco durante a leitura foi o trabalho de revisão, pois encontrei pequenos errinhos tanto de ortografia quanto de concordância, nada que desmotive ou atrapalhe a leitura como um todo, mas nos chama a atenção.

Recomendo esse livro para todos os fãs de fantasia, dos contos clássicos e para aqueles que gostam de ver os dois lados da história. Tenho que dizer que estou amando ler sobre os vilões, as suas histórias e não só as consequências de suas maldades. Falando nisso, para os fãs de Alice no País das Maravilhas, sinto em decepcioná-los, mas a Alice não aparece na história. Diferente do que acontece com o Coelho Branco ou o Gato de Cheshire e o meu queridinho, o Chapeleiro Maluco. 

Apenas leiam e se permitam encantar por essa aventura fenomenal!

[QUOTES]

– Dinah, não se esqueça de quem você é, você é a Princesa do País das Maravilhas, e não deve agir assim novamente.

Ela entendeu de repente o que era necessário para ser um herói – tinha que estar disposto a ser um testa de ferro, uma mera figura representativa, sem traço nenhum de intimidade. Tinha que ser a projeção dos medos e esperanças até mesmo dos mal nascidos. Ela entendia.

Quando eu for rainha, ela dizia a si mesma, todas as minhas dúvidas desaparecerão, e meu pai vai me abraçar novamente. Ele vai ver que eu nasci para ser rainha, e que eu serei uma rainha melhor que o rei que ele era.

Ela usará a coroa para manter a sua cabeça.

Talvez, se eu desejar muito intensamente, eu poderia estar em qualquer outro lugar que não aqui.

Estava aprendendo rapidamente que, o que era certo e o que precisava acontecer, nem sempre eram a mesma coisa.

-Eles não o amam, eles o temem. Há uma diferença nisso.- O medo nem sempre é uma coisa ruim.

Fazem parte de ser um bom governante a constante educação e o aprimoramento da mente. O passado deve determinar como você dará forma ao seu governo. Aprenda com os erros de seus antecessores.

Classificação:


18 comentários :

  1. Oi, May. Também não é meu livro favorito da vida, mas comprei o livro pela capa e tentei ler, o que não aconteceu. Acho que o começo foi meio enfadonho demais, tanto que desisti da leitura e coloquei o livro para sorteio, o que é uma pena já que você gostou tanto.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com

    ResponderExcluir
  2. Como não conhecia o livro, estou aqui encantada com a capa e todo o enredo. Não há como não associar a Rainha de Copas aquele cabeçuda..rs mas lendo a resenha, a gente percebe nitidamente que não tem nada a ver uma com a outra, felizmente!
    Será realmente que as pessoas não nascem ruins? Eu ainda continuo pensando o contrário!
    Espero ter a oportunidade de ler o livro!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Adorei a resenha! Não conhecia o livro, mas ter outra visão da rainha de copas talvez melhor a impressão que tenho de Alice no país das maravilhas (que também não é meu conto favorito). Vou deixar como dica de leitura!
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  4. Gosto de releituras, sempre me faz viajar por um mondo conhecido, mas de maneira nova. Não conhecia o livro e nem mesmo a autora, mas fico feliz pela história parecer ser tão boa quanto as originais. Dica anotada.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá Mayara,
    Quando li "Cortem as cabeças", ouvi na minha mente com a voz da cabeçudinha rs.
    Adorei sua resenha, tenho lido muitos elogios para esse livro, principalmente, no quesito que ele é surpreendente. Adoro quando as pessoas revelam pouco da obra, pois isso instiga minha curiosidade.
    Posso comprar esse livro já? rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oiiii,

    Eu tenho esse livro na minha estante a anosss e até hoje não peguei para ler, e pela sua resenha senti que eu estou perdendo uma história boa e rápida. Então valeu pela dica, vou colocar o livro na minha lista de próximas leituras e ver se me encanto pela história.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  7. Talvez essa seja a minha vilã favorita? Talvez, mas o que importa é que adoro este livro, esta história e amei ve-lo resenhado aqui. Que bom que você curtiu.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá, o conto de Alice é um dos que eu não sei muita coisa e nunca me interessei pela história. Mas fiquei curiosa para ler para descobrir um pouco dessa história

    ResponderExcluir
  9. Oi.
    Eu gosto de saber a perspectiva do vilão. Chega a ser até um pouco perturbador quando conseguimos nos identificar com ele, não?
    Gostei da dica e pretendo ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Eu também não a tenho como vilã favorita, nem mesmo gosto tanto de Alice, haha, acho que é por isso que a obra não me chamou tanto a atenção. No entanto, é legal esse sentimento de identificação que às vezes temos com vilões, porque isso mostra que ninguém é inteiramente bom, ou até mesmo que o vilão tem seus motivos e nos causa empatia (é horrível, mas real). Hehe. Enfim, anotei a dica :)

    bj

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bom?

    Eu fiquei encantada com a capa e dá um olhar bem diferente à Rainha de Copas que estamos acostumadas e que você descreveu.
    Eu também estou em uma fase que gostaria de conhecer a história de vilões e porque eles foram para o lado negro da força. Com uma edição delicada e a oportunidade de rever personagens queridos, é um livro que eu gostaria de ler.
    É ruim pensarmos que as pessoas não nascem más, mas as circunstâncias as tornem assim. Uma garota apaixonada e doce se tornar uma vilã, não é algo legal, infelizmente, pois ela se tornou assim pelas circunstâncias.

    Enfim, adorei a resenha e obrigada pela indicação :)
    Abraços.

    https://instantesmemoraveis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi,
    mesmo não tendo lido nada ainda que conte a história dos tão conhecidos vilões, estou adorando essa possibilidade de podermos conhecer os dois lados da moeda. Nesse caso específico nunca li sequer a história original, não sou muito fã do tipo de fantasia presente na história da Alice mas a história da Rainha de copas definitivamente me chamou bastante a atenção e talvez eu até a leia em detrimento da outra.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Eu tenho esse livro na estante há anos mas nunca dei muita bola pra ele.
    Pela sua resenha deu pra perceber que é um livro que eu vou amar, e que preciso começar a leitura pra ontem.
    Adoro ver o lado dos vilões, recriações de persoangens e histórias que amo e Alice no País das maravilhas tem um lugar especial no meu coração, tenho certeza que vai ser um livro que vou adorar

    ResponderExcluir
  14. Oi,

    então, nunca tinha ouvido falar sobre essa obra, mas ela parece ser bem legal. O tipo de leitura pra se fazer quando quer relaxar e esquecer um pouco do mundo de verdade haha Eu não gosto muito de pessoas em capas de livro, são bem raros os trabalhos que acho bem feitos, esse eu até achei ok. Mas é uma opinião pessoal, uma chatice que eu estou trabalhando pra tentar melhorar huaha

    http://anneandcia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Adoro contos, e achei muito bacana essa ideia de 'explorar' os vilões. Admito que até hoje não tinha dado muita atenção a esse livro, mas saber que o enredo te surpreendeu após um início muito detalhado, foi fundamental pra minha decisão de fazer a leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Eu quero ler esse livro. Eu nunca assisti Alice no País das maravilhas. E também nunca li nada em relação a ela. Mas quero ler, fiquei curiosa

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem? Nunca havia visto esse livro antes, mas confesso que de cara o título e capa me chamaram a atenção. Agora pensa numa pessoa que ama fantasia, sou eu. Alice, talvez seja um dos livros que mais gostei de ler durante a vida, e tenho um lado que sempre torce pelos vilões. E sim, toda história tem 2 lados, e já estou mega curiosa pra ler essa obra. Amei essa dica.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  18. Oie! Tu disse "seu irmão enlouqueceu" é o Chapeleiro Maluco? Me diz que sim! (Sim, eu reparei nesse detalhe)
    Eu não sou tão fã de Alice e nem da Rainha, confesso que não faço muito gosto por esse em particular, tem amigas minhas, uma em especial que ama e adoraria o livro.
    Como tu disse, ninguém nasce ruim e aqui seria ótimo ver a transformação dela pra aquilo que vimos nos filmes e livros.
    http://k-secretmagic.blogspot.com.br/
    Xoxo

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^