Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

16 de novembro de 2017

Resenha: Improváveis deslizes – Carol Teles.


Título: Improváveis Deslizes.
Autora: Carol Teles.
ISBN: B074HGJ6YP.
Ano: 2017.
Páginas: 571.
Idioma: Português.
Editora: Independente.
Gênero: Romance.
Adicone ao Skoob.
Compreaqui
Cortesia / E-book / Autora Parceira LT 2017.

Sinopse: Depois da trágica morte de sua irmã, Noah descobriu o que era culpa e ódio. Passou anos arquitetando como reparar o maior de seus deslizes, numa busca incessante que custaria a sua humanidade, e talvez a própria vida.Em meio a descobertas perigosas, jogos políticos sádicos e um leque de problemáticas relações familiares, o homem solitário tenta encontrar paz em meio a vingança, ignorando as pessoas que gostam dele, mas acolhendo qualquer um que possa vir a ser útil para seus planos. O que ele não esperava, era que as pessoas que viriam a ser úteis para seus planos, pudessem ser as mesmas que gostavam dele.

Sombrio, misterioso e com a narrativa caótica das mesas de poker, Improváveis Deslizes mostra ao leitor que nem sempre é possível procurar por monstros sem se tornar um no caminho. E que mesmo o mais lógico dos nossos erros, podem ser simplesmente improváveis deslizes.

 

Quando lemos na descrição o gênero do livro, romance, imaginamos que vamos ler um pouco mais do mesmo que encontramos por ai hoje em dia, mas “Improváveis Deslizes” está totalmente fora dessa caixinha. Ficou curioso? Vem comigo e vamos ler a resenha! ^^


Esse é um livro diferente, bem enredado, com uma escrita, com o perdão da palavra, FODA! É a primeira obra que leio da autora e com certeza irei buscar mais. O livro nos leva até o fundo da alma do ser humano e até onde ele consegue chegar em busca de sua vingança. 

No livro conhecemos Noah, nosso protagonista, que é filho de um grande político da cidade, por ser quem é, ele precisa manter a pose de bom menino e estar sempre impecável. Durante sua infância, vemos traços de sua principal característica que é a liderança, quando ele junta e mantém por perto um grupo de amigos, que foi apelidado de "Improváveis", esse apelido foi dado por um vizinho, única e exclusivamente porque esse grupo é formado por pessoas completamente diferentes, mas não devemos esquecer que Noah é uma criança e como tal, durante um único dia, ele optou por se comportar como uma criança e curtiu um inocente jogo de vídeo game.

Como consequência, sua irmã Bekah foi sequestrada. Um grupo de busca se formou para procurar a menina, mas quem acabou encontrando-a foi Noah e seus grupo de improváveis. O grande trauma da vida dele começa ai, quando encontra o corpo de sua pequena irmã, e ele se deixa levar pela culpa de não ter conseguido protegê-la.

Anos depois... Noah é um homem frio, que faz justiça com as próprias mãos. Ele é aviador das forças aéreas, respira o ódio e ainda procura o culpado pela morte de Bekah. Ele ainda se presta ao papel do filho perfeito, pois sua mãe depende de um tratamento caro para sobreviver, e seu pai banca isso, mesmo tendo se separado dela e formado outra família, outra coisa que Noah não aceita é a felicidade do pai quando ele teve outro filho, Seth. 

Grande parte do grupo dos “improváveis” acabou cada um seguindo para um lado, tendo outros que permaneceram e continuaram lado a lado, apoiando uns aos outros. Temos Leandro, detetive da narcótico, que é um braço direito de Noah, Emily e Zoe.

Vixe... É tanta coisa, que se deixar eu conto o livro todo! 

Não posso deixar de falar sobre Zoe, que é o interesse amoroso de Noah, ela esconde segredos que descobriremos no decorrer da história. Félix também é um personagem que chama atenção, Seth – o meio irmão de Noah – é cativante, embora Noah implique com ele um certo tempo.


Passamos pela área da esquizofrenia com personagens difíceis e complexo, mas foram bem inseridos na trama. Como todo bom romance, é com o amor que sentem um pelo outro que Noah e Zoe conseguem superar seus traumas, e a dureza de suas vidas para finalmente se sentirem em paz.

Meus amigos, temos drama, aventura, ação, uma pitada ou outra de comédia, assuntos sérios, trafico, poker e muita ação. Sei que já falei isso, mas quero ressaltar, então, lá vai: suspense... uahuahauhauh e ação!

Não... não vou lhe dizer quem matou Bekah, só digo uma coisa: você vai se surpreender quando descobrir!

Enfim, leiam, porque, sem dúvidas, é de tirar o fôlego! Parabéns a autora!

CURIOSIDADE: Existe uma pasta com algumas músicas que compõem a trilha sonora do livro, acho válido, caso se interessem, pois, tem músicas muito boas. 

>> TRILHA SONORA <<

7 comentários :

  1. Olá, tudo bom?
    Nossa, que livro hein, parece ser uma obra e tanto! Gostei demais da premissa, dá uma curiosidade e vontade de embarcar nessa com Noah! Pelo que vi, vamos ter fortes emoções e eu curti a ideia de ter um pouco de tudo.. adoro drama/comédia e mistérios.. temáticas fortes me atraem também. Com certeza leria esse livro! Anotada a dica!
    Beijos, Yasmim.

    Blog: https://literarte.blog.br/
    Canal: https://www.youtube.com/blogliterarte/videos

    ResponderExcluir
  2. Nossa que interessante, não conhecia o livro mas lendo seu texto percebi o quanto ele é cheio de emoção e tantos detalhes que deve envolver e deixar curioso o leitor. Pela quantidade de páginas espero que a narrativa seja fluida.
    Fiquei curiosa e interssada. Só confesso que não curti muito a capa, penso que a mesma deve ser bonita e convidativa, daquelas que o leitor vai olhar e ficar se perguntando que história ela envolve. Enfim foi ótimo conhecer mais um título.

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Aricia.

    A sua resenha mostrou que a história é repleta de emoção. Já adicionei na lista de desejados. Só a capa que não me agradou muito, mas a história tem pontencial para ser maravilhosa. Dica anotada.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Uau!
    Que resenha foda! (Perdão pela palavra) Hahaha
    Essa narrativa parece mesmo ser envolvente e cheia de emoção. Não conhecia o livro ainda, mas já anotei a sua dica e pretendo ler o mais rápido possível!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Ainda não conhecia esse título e, apesar de não ter ficado tão interessada em fazer a leitura, achei a premissa dele interessante por conta do personagem ter sofrido tanto, apesar de não aceitar o que ele faz, sabe? Vou passar a dica, por enquanto.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Uau, parece ser um livro intenso. A culpa é uma emoção muito forte, quando a pessoa alimenta o ódio, fica pior ainda. Mas fiquei bastante curiosa para saber quem matou Bekah.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que trauma esse protagonista passou e tanto que sofre ainda. Fiquei bem interessada na trama e muito curiosa para saber se ele descobre quem foi o assassino de sua irmão.

    Parabens pela resenha e pela indicação, amei!!!

    Um beijo da Jhenny!!!

    ssurrandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^