19 de outubro de 2017

Resenha: Malévola.

em 19 de outubro de 2017

16 comentários
Título: Malévola.

Autora: Elizabeth Rudnick.

Editora: Universo dos Livros.

Gênero: Literatura Estrangeira / Ficção.

Páginas: 256.

Ano: 2017.

Idioma: Português.

ISBN-13: 9788579309991

ISBN-10:  8579309999

Skoob: aqui.

Livros cedido pela Editora para a resenha.


Malévola pode ser conhecida como uma vilã perversa. 

Mas não foi assim que sua história começou…

Malévola era conhecida no reino dos Moors como uma jovem alegre e doce. Ela acreditava na bondade inerente a todos os seres, mas tudo muda quando experimenta o amargo sabor da traição vinda de onde menos esperava. Para lidar com a decepção e proteger seu coração, Malévola decide se vingar e enfrenta uma batalha épica contra o rei, amaldiçoando Aurora, sua filha recém-nascida.
Mas, como nem tudo é o que parece, será que ainda existe amor no coração petrificado dessa suposta vilã? O que será que ela pensa e sente ao acompanhar à espreita o crescimento da indefesa e pura princesa que outrora amaldiçoara? Descubra nesse livro a verdade por trás dessa história…



            Acredito que já está se tornando chato e até mesmo redundante eu começar uma resenha desse tipo de livro falando a mesma coisa, mas é a mais pura verdade: Sou completamente apaixonada pelas histórias da Disney!

            Quando era pequena, duas princesas haviam me marcado muito, A Bela, como disse na resenha do livro A Bela e a Fera; e a outra princesa é a doce Aurora, de A Bela Adormecida.

            Por isso, quando há um tempo foi noticiado o filme Malévola, fui a loucura, assisti na pré-estréia e chorei horrores por nunca ter imaginado uma história regressa dessa vilã enlouquecida que, consequentemente, justificaria o motivo dessa vingança e do ódio puro.

            O livro Malévola é escrito pela Elizabeth Rudnick. Para quem não sabe, Elizabeth é a mesma autora de Frozen e de A Bela e a Fera, publicados aqui no Brasil pela nossa parceira, Universo dos Livros. Sendo assim, como em todos os seus livros, Elizabeth nos traz uma história extremamente encantadora e doce, com uma linguagem fluída e de fácil entendimento que cativa os leitores desde a primeira página.

            Em seus livros, temos a junção do que acontece nos filmes, com um pouco da criatividade da autora, e acredito que esse seja o segredo do seu sucesso.

            Se você assistiu ao filme homônimo a esse livro, devo dizer que você conhece a premissa e já sabe do que se trata, entretanto, como disse, tem algumas coisas diferentes e elas começam a aparecer no início da história.

            O livro é todo descrito em terceira pessoa e se inicia contando um pouco mais sobre Moors e as suas criaturas. Moors é o lugar onde as criaturas mágicas podem viver em paz, isso, em teoria, pois esse lugarzinho está no mesmo universo do mundo humano, e o homem, com a sua ambição e cobiça, sonha em invadir essa área para conquistar as suas terras e riquezas.

            Hérmia e Lisandro formavam um casal de fadas diferentes, eles tinham asas e chifres, porém o seu tamanho era semelhante ao dos humanos. Esse casal acreditava na humanidade e na compaixão dos humanos, buscavam resgatar isso em todos os momentos críticos de quase guerra. Mas, nem sempre isso acontece, e em uma dessas guerras os dois foram assassinados pelos homens, deixando órfã a sua filha, a pequena Malévola.

         Malévola cresceu com a bondade no coração e entre todas as criaturas de Moors, era brincalhona, prestativa e sempre presente. Independente e dona de uma personalidade cativante assim como os seus pais, a pequena Malévola cresceu ouvindo as pessoas falarem sobre o que os seus pais achavam dos humanos e por isso mesmo, contra todas as outras criaturas, a pequena seguiu os pensamentos dos seus pais de que os homens podem ser bons e até mesmo tinha uma grande curiosidade em conhecê-los.

             Um dia, houve uma invasão no reino dos Moors e Malévola encontrou um menino da sua idade roubando pedras preciosas, seu nome era Stefan. Com esse garoto, a nossa protagonista pode matar a sua curiosidade sobre os humanos e conhecer um pouco mais de sua cultura, uma vez que o garoto era jovem e tinha o mesmo histórico de ser órfão.

            O tempo passou e a amizade de Malévola e Stefan foi se fortalecendo, crescendo e até virando outra coisa. Eles se tornaram praticamente inseparáveis, no entanto as coisas não foram um conto de fadas. Com o tempo eles começaram a se distanciar, as visitas se tornaram menos frequentes e Stefan, que tinha feito a promessa de um dia morar no castelo, agora trabalhava como servo para o Rei.

            Em busca de vingança após a sua derrota em mais uma tentativa de ataque, o Rei decretou que quem matasse Malévola seria o próximo monarca, pois a fada liderou a barricada de defesa do povo mágico.

            A ambição é uma doença, uma erva daninha que faz aqueles que são fracos de pensamento irem contra tudo e todos para conseguirem o que querem, e foi isso que Stefan fez e acabou que ele próprio arrancou as asas de Malévola, pois ele estava sem coragem de matá-la. Com as asas ele conseguiria enganar o rei e se tornar o próximo líder.

              A partir daí todos conhecem a história, pois é a história da Bela Adormecida, entretanto, o final é um pouquinho diferente, mas se você assistiu ao filme, você já o conhece.

            Malévola é muito mais do que uma fada do mal, sem coração, que jogou uma maldição em um frágil bebê pelo fato de não ter sido convidada para uma festa. Ela é uma jovem sonhadora e bondosa, que foi iludida, traída e enganada. Uma fada boa que teve seu coração endurecido pela maldade que pode existir na mente humana.

            Esse livro nos mostra que as pessoas não nascem ruins, elas se tornam isso e do mesmo modo que ela pode se tornar ruim, algo pode acontecer para apagar esse sofrimento e a pessoa voltar a ser o que era.

            Malévola não é o livro de uma vilã, mas sim a história de uma mocinha que agiu pela vingança para enfim descobrir o amor verdadeiro.

QUOTES
"Essa é a história da fada Malévola. Não é a história que você acredita conhecer. Não é aquela que começa com uma maldição e termina com um dragão. Nada disso. Isso é o que de fato aconteceu. E por mais que possa haver uma maldição e um dragão, ela contêm muito mais. Afinal, é a história de um amor perdido, de amizades encontradas e, por fim, do poder de um único beijo..." 

"Foi preciso uma grande heroína e uma terrível vilã para que tudo aquilo acontecesse. E o seu nome era Malévola."

"Naquele instante, uma parte sua morreu. A parte que acreditava na alegria, na esperança e na paz. A parte que acreditava no amor. Essa parte se foi para sempre."

"Estivera tão concentrada no amor que partira seu coração que nunca parara para pensar que existia amor ainda mais profundo e verdadeiro: o amor de uma mãe por sua filha."

"Pois, sem a compreensão do amor, ela jamais conseguiria ter aberto o coração."

Avaliação: 


16 comentários :

  1. Oi, tudo bem?


    Ainda não tive a chance de ler este livro, mas adoro o filme que foi lançado recentemente. Quero muito ler essa coleção da Universo dos Livros dos vilões dos filmes. Vou tentar comprar e ler os outros que foram lançados antes e depois leio este.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Puxa, eu tenho dois livros desta "série" de releituras dos clássicos(A Fera em Mim e Frozen) que adorei e muito!
    Não sabia de Malévola e só tive noção de quem era ela pelo filme já bem velhinho(logo temos o segundo né?)
    Eu não sei se de fato, ninguém nasce ruim...ou se é isso de as pessoas se tornarem mais frias e duras com o tempo e os tombos da vida.
    Mas sei que se tiver oportunidade, quero muito ler e ter Malévola!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Oiii Mayara tudo bem?
    Que demais essa sua resenha garota, eu sou louca para ler o livro, pois apenas assisti ao filme, assim que der prometo dar oportunidade de leitura e ver o quanto deve ter sido uma leitura prazerosa.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Oie!

    To louca por todos os livros que falam sobre as princesas e vilãs da Disney que essa editora está lançado, é cada resenha que leio deles que a vontade só aumenta e essa da Malévola então! Está no topo da lista *--*

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Tenho muita vontade de conferir a adaptação e não sabia da existência do livro. Já quero o meu exemplar, pois adoro histórias com criaturas mágicas. Além disso, o livro passa uma mensagem importante sobre o porquê a protagonista ter se tornado um ser corrompido.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Acredito muito na ideia de que ninguém nasce mal, mas as circunstancias a tornam assim. Não li o livro ainda, mas quero ler.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Minha mãe ama Malévola, com certeza ela vai amar esse livro, mesmo ela não sendo grande fã de leitura.

    ResponderExcluir
  8. Oie, tudo bem?!?! Eu, assim como você, adoro as historias da Disney. As releituras da Serena Valentino, mostrando as vilãs por outro ângulo, foi uma excelente sacada. E só surgiram por causa da Malévola, né?!?! Depois do filme tidos quisemos saber mais dessa Vila que aprendemos a amar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem?!?! Eu, assim como você, adoro as historias da Disney. As releituras da Serena Valentino, mostrando as vilãs por outro ângulo, foi uma excelente sacada. E só surgiram por causa da Malévola, né?!?! Depois do filme tidos quisemos saber mais dessa Vila que aprendemos a amar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia esses livros, assistia ao filme e gostei muito, apesar de não ser um dos meus favoritos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi,
    Somos duas então apaixonadas pelas histórias da Disney. Rs também fui ver esse filme no cinema só desconhecia o fato dele ser um livro também. Adorei essa história e de como ela foi contada de outro ponto de vista, mas o que mais amei realmente foi o final o beijo do verdadeiro amor,sem cair no clichê príncipe encantado. Gostei muito da resenha.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. May lindona o universo da Disney encanta gerações até hoje, assisti o filme alias muito bem produzido com atores maravilhosos e amei, já quero ler o livro rico em detalhes. A capa está linda, assim como sua resenha nela percebemos seu encanto pela história. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  13. Comprei recentemente mas estou sem tempo para ler ele. Adorei sua resenha e as quotes que você trouxe, talvez eu passe ele na frente de alguns kkkkk

    Bjs
    Suka
    http://www.suka-p.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Não li o livro ainda, mas gostei muito desse filme a história ficou bem amarrada e principalmente por mostrar uma anti-heroína, a literatura está cheia de anti-heróis, mas as mulheres geralmente são mostradas ou como heroínas perfeitas ou bruxas horrorosas, é bom que o público veja que isso é irreal e que as mulheres podem ter falhas, e ainda serem pessoas legais, também.

    ResponderExcluir
  15. Malévola <3
    Está entre os meus desejados e tenho certeza de que vou amar essa releitura, assim como você. Parabéns pela resenha, está incrível e me deixou ainda mais curiosa com o livro.
    Beijos

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^



TOPO