Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

30 de outubro de 2016

Resenha: Prince of Thorns - Mark Lawrence.


Fala galera, aqui é o Júlio, hoje venho falar sobre o início de uma ótima trilogia (da qual, ainda não li o terceiro), com um protagonista bem diferente do normal, A "Trilogia dos Espinhos". Vamos lá?!


Título: Prince of Thorns.

Saga: Trilogia dos Espinhos.

Livro: 01.

Autor: Mark Lawrence.

Editora: Darkside.

ISBN: 9788566636116.

Páginas: 360.

Ano: 2013.

Idioma: Português.

Adicione ao Skoob.

Compre: aqui:



Sinopse:

Tem início a trilogia dos espinhos.


Ainda criança, o príncipe Honório Jorg Ancrath testemunhou o brutal assassinato da Rainha mãe e de o seu irmão caçula, William. Jorg não conseguiu defender sua família, nem tampouco fugir do horror. Jogado à sorte num arbusto de roseira-brava, ele permaneceu imobilizado pelos espinhos que rasgavam profundamente sua pele, e sua alma. O príncipe dos espinhos se vê, então, obrigado a amadurecer para saciar o seu desejo de vingança e poder. Vagando pelas estradas do Império Destruído, Jorg Ancrath lidera uma irmandade de assassinos, e sua única intenção é vencer o jogo. O jogo que os espinhos lhe ensinaram. 


“Guerra, meus amigos, é uma coisa bela.
Aqueles que dizem o contrário não sabem o que estão perdendo."
Príncipe Jorg Ancrath.

            Mark Lawrence surpreende com sua história, seu herói (herói?), é uma pessoa amarga, fria, vingativa ao extremo, que faz tudo (tudo mesmo), para chegar ao seu objetivo, que é se tornar um rei, mesmo se isso significar passar por cima de tudo e de todos em seu caminho. Jorg é ainda bastante novo, mas maduro demais (e cruel demais) pra sua idade. Mas ainda com esse tipo de personalidade e de todas as suas atitudes egoístas, no decorrer do livro, você se pega TORCENDO por ele e isso me impressionou bastante. O autor conseguiu criar um personagem cruel carismático, o leitor quer que Jorg consiga se tornar rei!!

            O cenário criado é bem interessante, a princípio, medieval, com castelos, reis, cavaleiros, etc. Mas nos deparamos com tecnologia no meio do caminho, deixando a dúvida sobre em que época se passa a aventura de Jorg (que por sinal, tem um relógio de pulso!!).

            A irmandade de assassinos liderada por Jorg é bem peculiar, o autor mostra no decorrer do livro flashbacks sobre as vidas desses personagens e o momento em que se juntaram ao príncipe, tudo muito bem encaixado e amarrado. Antes  de cada capítulo, encontramos uma citação falando das personalidades de cada um deles, algo muito bacana.

            Falando da edição, a Darkside, como sempre, caprichou! A edição nacional ficou linda (vejam as fotos abaixo =D), padrão de qualidade top de linha. Bem galera, recomendo demais a leitura para quem curte uma ótima fantasia, tem todos os elementos para conquistar os fãs do gênero. Vocês vão gostar do Jorg hahaha. Até a próxima!! 



Avaliação: 


13 comentários :

  1. Olá!
    Eu adoro os livros da DarSide, os de capa dura então... Acho que a maioria dos apaixonados por literatura ficam loucos para ter todos os livros, não é?
    Eu não tinha lido resenhas dessa história e fiquei bem curiosa sobre. Adoro o gênero fantasia (senti na sua resenha que o autor colocou uma pegada steampunk, será?) pelo que você nos conta em sua resenha é um livro recheado de aventuras e desdobramentos. Pode apostar, assim que puder vou comprá-lo e descobrir por mim mesma até onde vai a história.
    Obrigada pela dica de leitura.
    Beijão!
    Viviane

    http://vivianeblood.blogspot.com.br/2016/10/resenha-historia-de-nos-dois-dani-atkins.html

    ResponderExcluir
  2. Achei bem interessante essa coisa do herói ter características que não admiramos em ninguém. Fiquei curiosa com a construção da irmandade e acho que apreciaria bastante o livro.
    Amei a dica
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ahhh que toda a vez que vejo alguma foto de alguma edição da darkside eu me derreto toda kkkk O que é isso e que maravilha de livro é esse? Está lindo! Não sou muito fã de livros medievais e guerras, mas fiquei curiosa com o toque de modernidade e pretendo dar uma chance ao livro sim. beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá! Eu li muitas resenhas desse livro e quase todos são positivas, mas fiquei com um pé atrás com o autor... Isso porque eu tentei ler A Guerra da Rainha Vermelha e não curti a leitura, tanto que deixei para depois. Apesar de ter deixado para depois, acredito que isso aconteceu porque tentei lê-lo em uma maratona, ou seja, eu estava quase em um ressaca literária haha

    Vou dar mais uma chance para o autor, pela sua resenha parece que ele tem uma narrativa diferente ao nos fazer amar o anti-herói. Curti!

    Abs e parabéns pela resenha ^^

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Eu,assim que comecei a frequentar blogs e tals,,vi muitas resenhas sobre essa obra, e todas eram super elogiando o livro. O tempo passou e as opiniões continuam a mesma não é ? Kkkk! Eu tenho muita vontade de começar a série, mas meu orçamento não tá dando pra essas edições bafonicas da dark! Fico feliz que você tenha amado o livro, e adoro saber que o autor conseguiu criar um personagem assim,tão marcante com essas caracteristicas. Ate mas o ve
    Bjk

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    A Darkside sempre arrassa nas edições, é uma mais bonita do que a outra e todas muito bem feitas. Gostei muito da premissa do livro e da ideia desse protagonista que é ao mesmo tempo herói e vilão (com partes maiores de vilão, pelo visto). A trama parece ter sido muito bem elaborada e essa mistura de medievalismo com tecnologia parece dar um ar único à história, além de despertar a minha curiosidade.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Eu só tenho esse primeiro livro, mas ainda não consgeui fazer a leitura dele. Espero gostar dessa história, assim como dos próximos livros. Outro detalhe é a edição da editora que está perfeita.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  8. O que mais me deixa com vontade de arriscar a leitura desse livro é o fato de o personagem principal ser cruel e fazer de tudo sem ligar para o certo ou errado (algo que deveria fazer com que a gente não curtisse o cara) e ainda assim o leitor torcer e esperar que ele se torne rei. A narrativa tem que ser super envolvente e muito bem escrita para isso acontecer. e parece que o Mark consegue isso...
    Não é meu estilo, mas esse é um dos que arriscaria a leitura!!!!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  9. Olha, esse é um dos livros que eu comprei no lançamento e ainda não li. E isso é quase um absurdo, é um dos gêneros que mais gosto e acabei deixando ele na pilha. Lendo aqui suas impressões, me sinto mais culpada ainda, mas infelizmente não tenho ideia de quando poderei lê-lo, estou muito enrolada no momento com provas, concursos e outras leituras. Espero conseguir resolver isso logo no início do ano. E a edição é perfeita, né?

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  10. Oi Júlio!
    Eu já vi muitas pessoas falando muito bem desse livro mas nunca me interessei por ele realmente. Ele é de um gênero que gosto bastante, porém ainda não li nenhum comentário que me quisesse comprar logo e passar na frente da pilha, rsrs.
    Lendo a sua resenha, já mudei um pouco de opinião. Gostei dessa coisa do autor nos apresentar um protagonista que é "mau" e ainda nos fazer gostar dele. E o que dizer dessa edição linda da DarkSide? Como sempre eles fazendo um belo trabalho!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/10/literatura-brasileira-de-verdade-trama.html

    ResponderExcluir
  11. Olá Julio, tudo bem?
    Um amigo já leu esse livro e me recomenda muito, mas eu nunca animei de ler, até ler sua resenha.
    Tenho certa fascinação por personagens que fazem qualquer coisa para atingir seus objetivos, sei lá, acho que eles são envolventes, bem construídos e bastante agradáveis, até. Estou bem curiosa para conhecer essa irmandade peculiar e me pergunto o que acharei dela, pois parece ser bem construída.
    Já vi essa edição e é MA-RA-VI-LHO-SA.
    Dica anotada.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Jorg, Jorg, estou para ler o último livro da trilogia. Jorg mexeu comigo desde o início. É engraçado como mesmo sendo um assassino eu torcia por ele. Um personagem tão complexo, forte e duro e ao mesmo tempo precisando de um abraço. Ele me confunde ao mesmo tempo que me faz torcer por ele.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Oi, Júlio!
    Essas edições da Darkside são muito lindas! Eu achei a premissa bem interessante porque sempre fico curiosa com histórias medievais, parece uma trama que me agradaria, mas tem outros livros da editora que quero ler primeiro então se eu ler esse livro será lá para o ano que vem.

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^