Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

17 de agosto de 2017

Resenha: Despertar — Nefilins #03 — Mari Scotti.

Título: Despertar.
Trilogia: Nefilins.
Livro: 03.
Autora: Mari Scotti.
ISBN: B01GGCDF5C.
Ano: 2016. Páginas: 208.
Idioma: Português.
Editora: Independente.
Gênero: Fantasia, Romance, Suspense e Mistério, Literatura Brasileira.
Adicione ao Skoob.
Compre: aqui.
Cortesia / Autora parceira LT 2017.
Sinopse: O último lugar que Suzanna desejaria visitar, após o sequestro de sua alma, é o Inferno. Mas é para lá que suas visões a guiam. As consequências da sentença de seu julgamento colocarão à prova suas decisões. O destino da humanidade reside em suas mãos, e o despertar de uma grandiosa escolha recairá sobre seu coração. Será o amor mais forte que o dever?


A trilogia Nefilin se passa no Brasil, os cenários são descrevidos levemente, tendo foco maior nas cenas que se passam no inferno e no éden – em relação a descrição, como já disse em resenha anterior, isso é muito bacana e nos faz imaginar exatamente o que a autora visualizava ao escrever esses livros.

Os personagens são bem construídos, e suas personalidades bem exploradas. Alguns nos irritam bastante pela sua “lerdeza” – digamos assim – em enxergar as coisas que são bem evidentes, mas, se formos analisar, quantas pessoas não são assim? Pois é. Nesse volume já temos as coisas bem claras, sabemos em que lado cada personagem está e o que querem. As vezes a gente culpa as pessoas para esconder que as escolhas em verdade são frutos do nosso próprio desejo.

Anjos caem, anjos lutam, nefilins treinam, a guerra entre o bem e o mal vai avançando e escolhas tem de ser feitas. Missões são traçadas, segredos revelados, traições evidenciadas, asas são queimadas. Lúcifer coloca suas garras literalmente de fora, e o final... ah.... É maravilhoso!

Suzanna melhora e muito em Despertar, o “romance”, ainda que esteja ali, torna-se apenas parte da história que se mostra algo muito além do que um triangulo amoroso. A personagem faz suas escolhas e isso abala as estruturas, tanto do céu, quanto do inferno, e também da terra. As coisas ficam bem feias, descobertas bacanas e um bisavô cheio de charme dão um toque especial a história.

Lidar com o que o coração quer e a realidade são duas coisas complicadas, saber reconhecer que alguém que você ama não vai lhe fazer bem, e lutar contra essa pessoa não é muito fácil. A nossa mocinha está entre a cruz e a espada, e se você quer saber se ela fez a escolha certa ou não, descubra lendo. Suzanna e os demais personagens amadurecem muito ao decorrer desse volume, e isso é delicioso. O melhor livro da trilogia, sem sombras de dúvidas.

É isso, cheguei ao fim dessa trilogia, e preciso dizer que já estou com gostinho de saudades. Sim, saudades. Saudades dos personagens que me cativaram e curiosa sobre o final meio aberto que a autora deixou – ou melhor: ansiando por mais –, porque nem sempre quem vence uma batalha, vence a guerra, certo? Certo.

Comecei a acompanhar as aventuras e reviravoltas na vida da Suzanna em “Insônia”, segui os caminhos dos “Sonhos” e termino ao “Despertar”. Curiosamente, “Despertar” é um título que faz muito sentido e que deixa gancho para autora explorar mais esse universo. Confesso que adoraria ler alguns contos, não precisariam ser livros, mas alguns contos ou um conto – que seja – que nos desse um vislumbre sobre o futuro de alguns personagens, apesar de já os imaginar, ler é sempre melhor – risos. Ah, quero deixar claro que esse “final meio aberto” foi ótimo, só para constar!

Novamente, não posso falar muito sobre a edição, por ter lido em e-book na Amazon, cortesia da nossa autora parceira. Alguns errinhos bobos se fazem presente, mas nada que atrapalhe a leitura. A capa é bem a cara da Suzanna e seu fuá – risos, gostei bastante, e segue o padrão dos dois volumes anteriores da série. A escrita da Mari é bem gostosa, a leitura flui facilmente e conseguimos nos conectar com os personagens. Li esse livro muito rápido, mesmo.

Recomendo para todos que buscam uma leitura sobre anjos e demônios sem apelação, que apesar de trabalhar a fé dos personagens não se apega em religião, que é para todo e qualquer leitor que desejar. Recomendo para conhecerem o trabalho da Mari, essa autora nacional que tem um super potencial e merece ser lida. Me tornei fã da Mari, ela é uma daquelas autoras das quais eu leria até a lista do supermercado porque sei que seria escrita com muita criatividade.

[Quotes]
"— A escolha entre o bem e o mal sempre será sua, filha."
"A imortalidade pode ser uma benção, mas também um tormento a se carregar para sempre, principalmente, quando um anjo se apaixona. Pela pessoa errada."
"Eu queria me ajoelhar, queria agradecer, queria chorar e também protegê-lo, pois estava totalmente exposto e minúsculo perto do tamanho sobrenatural de Satanás."

Até mais ver!
Classificação:

Confira as demais resenhas da trilogia clicando nos títulos abaixo:
1. Insônia.
2. Sonhos.
3. Despertar.

7 comentários :

  1. minha nossa, me deu até vontade de reler! Vc me fez lembrar que preciso terminar o conto do Pietro hahaha. Obrigada pela empolgação e por ter gostado tanto da trilogia! Foi um enorme desafio escrever fugindo da religião e fico feliz por ter conseguido aos seus olhos. Obrigada! Beijooo, Mari

    ResponderExcluir
  2. Oiii Ana tudo bem?
    Essa realmente parece ser uma ótima leitura com muito suspense e algo a nos revelar, gostei de saber a sua opinião e não descartaria a vontade e oportunidade, se tivesse, de ler, ainda mais sendo da Mari, ótima resenha e essa capa está linda.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Oie Ana, tudo bem?

    Acabei de ler a resenha sobre o primeiro livro e fiquei curiosa. E lendo a sua resenha agora, sobre o terceiro livro fiquei ainda mais curiosa! Apesar de não ser meu gênero favorito, com certeza arriscaria a leitura.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana, só li Insônia e gostei bastante da história. Fiquei curiosa para saber a escolha da Suzanna, tenho o meu preferido claro rsrsrs Gostei de saber que há bastante emoção nesse último livro, vai ser bem emocionante, beijos!

    Entre Livros e Pergaminhos

    ResponderExcluir
  5. Gente, pelamor!!! Eu vi a resenha do 2 fiquei animada... Via do 1, fiquei mais animada... agora com essa?! Estou apenas extasiada!!!
    ADOOOOORO anjos e demônios....
    Preciso pra ontem dessa trilogia!
    Adorei a dica, a resenha!
    Muito obrigado!

    Beijinhos

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Que bom que o livro fechou a série com chave de ouro, e quem sabe não vire série, hoje em dia, né? Séries estão em alta.
    Eu tenho um certo problema com anjos, nos últimos 3 anos foram só decepções que acabei criando um bloqueio que ainda não consegui superar, quem sabe mais para frente.

    ResponderExcluir
  7. Hi baby, tudo bem? não conhecia essa trilogia mas parece ser bem interessante esses elementos sobrenaturais ligados ao céu e o inferno, geralmente me interesso muito por esses temas, adorei a resenha e quero muito poder ler!

    Lilian Valentim
    https://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^