3 de abril de 2018

Resenha: Coragem – Rose McGowan.

em 3 de abril de 2018

16 comentários
Título: Coragem.
Autora: Rose McGowan.
Editora: HarperCollins Brasil.
Gênero: Biografia, autobiografia, memórias, literatura estrangeira.
Ano: 2018. 
Páginas: 288.
Idioma: Português.
ISBN-13: 9788595082830.
ISBN-10: 8595082839.
Skoob: aqui.
Compre: aqui.

Cortesia / Editora parceira LT 2018.

ROSE McGOWAN nasceu em um culto e o trocou por outro, mais visível: Hollywood.Rose McGowan se tornou uma das atrizes mais desejadas de Hollywood da noite para o dia quando foi "descoberta" nas ruas de Los Angeles. O estrelato logo se tornou um pesadelo de exposição constante e sexualização. Todos os detalhes de sua vida pessoal se tornaram públicos, e as realidades de uma indústria inerentemente machista emergiam a cada roteiro, papel, aparição pública e capa de revista.Hollywood esperava que Rose ficasse quieta e cooperasse. Em vez disso, ela se rebelou e impôs sua verdadeira identidade e voz.

Ela reemergiu sem roteiros nem desculpas, corajosa, controversa e sempre verdadeira. Liderando o movimento de denúncias de assédio sexual na indústria de entretenimento ao expor os crimes de Harvey Weinstein, Rose é hoje um dos rostos do movimento feminista e não hesita ao disparar verdades inconvenientes e exigir mudanças.CORAGEM é seu livro de memórias em forma de manifesto - um relato sem censura nem piedade da ascensão de um ícone millennial, uma ativista sem medo e uma força de mudança imparável determinada a expor a verdade sobre a indústria do entretenimento, trazer à luz uma indústria multibilionária construída sobre a misoginia sistêmica e empoderar pessoas ao redor do mundo a acordarem e terem CORAGEM.

Resultado de imagem para barrinha png

Oi, gente!

Olha eu aqui trazendo para vocês a resenha de mais um livro da nossa editora parceira, HarperCollins Brasil

Confesso que quando recebi a sinopse do mesmo, fiquei com aquele pé atrás, porque biografias não são o meu estilo de leitura nem de longe. Mas, quando vi quem era a autora por trás da obra, resolvi dar uma olhadinha. Li a primeira página, a segunda, a terceira e então terminei o livro em menos de dois dias.

Vamos conhecer a história por trás de Coragem?

"Eu rompi com alguém? 
Sim, rompi com o mundo. 
E você também pode. 
Meu nome é Rose McGowan e eu tenho CORAGEM."

Coragem é um livro que nos conta a história de vida de Rose McGowan, uma atriz que fez muito sucesso nos anos noventa em filmes como "Pânico" e pelo seriado Charmed que eu amava mais que tudo. Ela é uma atriz talentosa, que estava em seu auge e confesso que fiquei muito chateada com o seu sumiço das telonas e nesse livro ela conta o segredo de tudo isso.

O livro é bem curtinho, as fontes possuem um tamanho adequado e as páginas amareladas ajudam muito a leitura a fluir. Digo fluir, porque simplesmente devorei o livro. Sabe quando encontramos um amigo depois de um tempo e em uma conversa descobrimos tudo o que aconteceu na vida dele no período em que estávamos afastados? Foi essa a sensação que tive ao ler a obra, pois Rose nos apresentou uma escrita simples e com alguns palavrões, inclusive.

A obra é dividida em duas partes e se inicia com relatos sobre a infância da atriz. Uma infância difícil, surpreendente e aterrorizante em Florença, na Itália. Sempre ouvimos sobre as famosas seitas, mas confesso que na minha cabeça errônea acreditava que era tudo ficcional, entretanto, vi que não. Rose cresceu em uma dessas seitas, a Meninos de Deus. Devo dizer que ela passou por poucas e boas,  e desde aquela época percebemos o quão forte era a sua personalidade a ponto de ela sofrer as consequências por sua opinião sem mudar o que realmente acreditava.

Cada capítulo relata uma fase da vida de Rose. O sair da seita, morar com seu pai, depois voltar a viver com a sua mãe. Os problemas que enfrentou com os padrastos, o período em que fugiu de casa, até o momento em que se cansou. Cansou de passar fome, de viver com medo, de sofrer e então se reergueu e voltou para sua família, mesmo que não seja lá essas coisas. Nesse momento, a história não ocorre mais na Itália e sim nos EUA.

Depois de adulta, Rose relata os problemas de relacionamento que teve, incluindo com o roqueiro Merilyn Manson, e confesso que isso me surpreendeu ainda mais. Como ela se dignou a viver aquilo? A cada capítulo, a cada nova fase o leitor pode perceber que nada foi fácil, e que realmente quando vemos as pessoas na televisão jamais imaginamos o que ela passou para chegar ali.

A vida pública e o sucesso aconteceram de forma inesperada em sua vida, o que ela passou nas gravações, nos sets e nos eventos são relatados também e devo dizer que algumas partes com muitos detalhes e foi isso que realmente pegou. Em meio a toda essa crise que Hollywood está passando por causa dos assédios e dos abusos, McGowan não polpou nomes, detalhes e muito menos a sua opinião sobre tudo o que viveu, sim, ela era uma das vítimas também.

A segunda fase se inicia quando a atriz percebe que chegou no fundo do poço novamente. Agora famosa, conhecida, admirada, mas não era mais ela. Todos os seus ideais e as suas convicções se foram, ela precisava recomeçar. Voltar a ser ela mesma para enfim voltar a viver. E é assim que se encerra o livro, com o desfecho, o desabafo, a superação e a enfim felicidade.

Resultado de imagem para barrinha png

Não dá para negar que esse é um livro polêmico. É aquele tipo de livro que mostra toda a sujeira, a lama por trás de um mundo, do qual a maioria das pessoas, um dia, em algum determinado momento de sua vida, já se imaginou lá.

Coragem me pegou de surpresa, me arrebatou e me deixou de boca aberta. Ele não é uma simples biografia. Enquanto lia, só conseguia pensar que estava diante de um desabafo. Sabe quando você está se escondendo a tanto tempo e precisa falar, expor tudo o que passou de ruim em sua vida? Foi isso o que Rose nos trouxe. Um compilado de todos os momentos ruins de sua vida com o objetivo de mostrar para nós, leitores, que as pessoas famosas também possuem uma vida e um passado, e que nem sempre o mundo do glamour é as mil e uma maravilhas.

Em suas palavras ora delicadas ora agressivas, a autora busca nos passar um aprendizado com base em todas as coisas ruins que passou. Sabe aquela história de aprender com os erros? Ela nos mostrou que podemos aprender com os erros dela.

Não sei o que mais me prendeu na história, mas afirmo que fiquei "presa" nesse livro e a cada capítulo eu queria conhecer mais sobre a sua vida. Não sei se era porque sou fã da atriz, ou se foi porque no fundo eu tinha a esperança de chegar na parte em que ela era feliz e isso só chegou, infelizmente, no último capítulo.

Algo que, sobre todas as coisas, percebemos nesse livro, é que ele fala sobre a distinção que existe na sociedade entre os homens e as mulheres. Rose vivenciou isso desde pequena quando vivia em uma seita e continuou a viver ao chegar na terra do cinema, até que percebeu que era mais importante do que qualquer outra pessoa e do que possam pensar dela em algum momento por determinados atos.

E é essa a lição que nos fica. Independente de qualquer religião, qualquer gênero, qualquer sexualidade e qualquer profissão, você é mais importante e as suas idealizações que devem reger a sua vida e não o que vão pensar de ti ou se vão te julgar. A pessoa mais importante para você, sempre deve ser você, em todas as hipóteses e circunstâncias.

Sobre a edição, já falei um pouco lá em cima, assim como falei sobre a escrita da autora. O que devo complementar aqui, é que a capa do livro é a mesma que foi lançada lá no exterior, e na mesma temos a própria Rose! Um adendo que quero fazer, é que conforme ia lendo a obra percebi pequenos erros de revisão, do tipo palavras repetidas e erros de digitação, mas nada que atrapalhe o nosso desempenho na leitura.

Recomendo a todos esse livro, pois ele nos mostra a vida nua e crua de uma atriz que usa os seus erros e acertos para nos mostrar que tudo o que passamos de ruim em nossas vidas jamais deve alterar a nossa essência.

[Quotes]

Você pode dizer “chega”.
Você pode dizer “sim” para ser mais livre.
Você pode se libertar da armadilha que foi armada para você.

Eu também usava os livros como fuga. As palavras eram meu consolo e minha salvação quando eu era pequena, e continuam sendo até hoje. Palavras, vidas diferentes, séculos diferentes, era assim que eu sobrevivia.

Quando coisas importantes e sombrias nos acontecem, demoramos muito mais para nos importar com o resto. Parecia que eu tinha 8000 anos e estava no corpo de uma pessoa pequena, basicamente uma alienígena entre aqueles que entendiam conceitos tradicionais de sociedade.

Passar fome desanima. Passar frio desanima. Esconder o terror e ter coragem o tempo todo exige muita energia.

Classificação:  

16 comentários :

  1. Com certeza,este livro é um dos mais polêmicos dos últimos tempos.
    Tenho lido resenhas duras, nuas realmente de qualquer máscara ou maquiagem.
    Rose traça sua vida com a mesma crueldade em que ela foi vivida e pelo que li, ela consegue colocar além de letras, todos os sentimentos possíveis em cada fase que teve de viver.
    Pelos abusos, pelas imposições, pelas perdas, pelo recomeço.
    É um tapa na nossa cara, ainda mais nesta época onde os gritos dos silenciosos tem ganhado cada vez mais voz e som!
    O livro já está na lista de desejados e espero poder ler em breve.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Não sabia da existência de um livro tão polemico por se tratar de realidade nua e crua. Não conheço a atriz confesso, mas toda a sua explicação sobre o livro mostra que não preciso ser fã ou saber quem ela é de fato (vou procurar no Google rs), o que importa é ler o que ela tem para contar e tirar lições disso. Adorei a indicação e já anotei para não esquecer.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Já tinha visto uma chamada para este livro nas redes sociais e achei interessante o assunto abordado. Leituras reflexivas, que te torna pensante e mais humano, são super válidas.

    Gosto de leituras feministas que incentivam apoio entre si.
    Por mais que nós mulheres tenhamos conquistado muito. Ainda temos muito que conquistar.

    Beijos.


    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Mayara, tudo bem? Que bom que vc curtiu a leitura, pra mim é uma as melhores do ano até o momento. Eu já era bem fã da atriz e fiquei mais ainda. A narrativa dela é muito boa, com algumas cenas bem forte e ela aborda temas bem importantes! Acho que realmente é uma leitura que vale a pena!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Simmm, eu lembro dela do seriado das bruxas e eu adorava ele. Pena que teve que passar por tudo isto né, sem o glamour e com o glamour a vida continuou sendo sofrida o que dá para ver como as coisas são complicadas com dinheiro e sem.

    ResponderExcluir
  6. É a segunda resenha que leio sobre essa autobiografia. A atriz passou por muitas dificuldades, meu Deus!! Ainda bem que ela sobreviveu a tudo e teve Coragem de expor a sua vida. Que a leitura sirva de reflexão para as mulheres que sonham com a fama!!

    Bjs,
    Cidália.

    ResponderExcluir
  7. Essa foi uma das minhas últimas leituras e esse livro me deixou bem fora do eixo... A gente desconfia das sacanagens que rolam nos bastidores de Hollywood, mas este livro foi um desabafo tão honesto e inspirador e sua mensagem feminista, tão pertinente, que é um livro que eu acho que TODA mulher tem que ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi! Não sou uma leitora frequente de biografias, e não por serem biografias, mas não me interessar mesmo. Mas nesse caso, tenho de concordar, que esta biografia precisa ser lida! Neste contexto atual, o feminismo está com uma imagem contrária do que realmente é, e uma voz, que possa ser ouvida no mundo todo, e nessa magnitude é mais que necessária! Deve ser leitura para todos que buscam a igualdade, respeito e justiça!


    Bjoxx - http://www.stalker-literaria.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi, apesar de não ler biografias tenho lido tanto sobre esse livro que tenho ficado mais e mais curiosa sobre. Ainda mais com o tema que ele trás.
    Com certeza foi uma leitura enriquecedora.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Oi May

    Tudo bem? Antes de mais nada deixa eu dizer que o blog está lindo com o novo layout! Sério, muito fofo mesmo <3

    Então, quem ficou com esse livro no blog foi a Aninha, mas por tudo que já li sobre ele parece ser uma história bem intensa e tenho bastante curiosidade de saber um pouco mais sobre essas questões apresentadas pela Rose, especialmente nessa época onde estamos falando tanto sobre o Times Up.

    O comentário que mais me chama atenção a respeito desse livro é que ele é bem honesto, pelo menos é o que todo mundo tem falado, e que a Rose expôs o lado feio de Hollywood mesmo, e você não parece discordar.

    Beijinhos
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  12. Eu não conhecia esse livro, parece ser bom, mais confesso de uma autobiografia não é meu tipo de leitura apesar que aborda temas bons e que estão em alta na atualidade como o feminismo. Sucesso, beijos

    ResponderExcluir
  13. Oii, tudo bom?
    Sabe que eu não conhecia a Rose? Nunca assisti essa série que fez tanto sucesso. E apesar de achar o tema tratado no livro muito interessante, não consigo gostar de biografias. Ainda mais se é de uma pessoa que eu nem acompanho ou conheço. Vou passar a dica!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  14. Oii tudo bem??

    Vi varias resenhas desse livro e o que mais me impressionou foi como cada pessoa que leu teve uma visão e como todas ficaram marcadas por ele.
    Adorei a resenha e ver o seu ponto de vista, e amei os quotes, deve ser um livro marcante.
    Bjs Rafa

    ResponderExcluir
  15. Olá Mayara, tudo bem?
    Eu adorei esse livro e adorei a forma como ele me impactou e como está impactando tantas pessoas assim. Eu adorei os ensinamentos que você tirou dele, de que nós somos mais importantes e nossas ideologias também.
    Eu já estou com vontade de reler esse livro, pois o amei tanto!
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem?

    Achei que seria apenas mais uma.biografia vazia, mas vejo como a atriz traz uma história cheia de momentos marcantes e de ensinamentos necessários para que sejamos seres humanos melhores. A infacoa da atriz é bem interessante e marcante, e foi a parte do livro e de sua resenha que mais despertaram meu interesse por esta leitura.

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^



TOPO