Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

7 de fevereiro de 2018

[Resenha] Tentador – Lola Salgado e Ruby Lace.

Título: Tentador.
Autora: Lola Salgado.
Autora: Ruby Lace.
Edição: 1º.
Ano: 2016.
Páginas: 239.
Idioma: Português.
Categoria: Romance, erótico, literatura brasileira.
Encontre no Skoob.
Compre: aqui.

Sinopse: "Tentador: adj. O que experimenta, provoca, desperta desejo."

Prestes a completar 40 anos, Adriana decide correr atrás dos sonhos que nunca teve oportunidade de realizar na juventude. Seguindo o conselho do terapeuta, cria uma lista com metas, dentre elas, inscrever-se nas aulas de Jiu-Jitsu.

No entanto, o que ela menos esperava era se sentir atraída pelo professor e, embora tente impedir, o desejo entre os dois é inevitável. O grande problema, porém, é o fato de Bernardo ter idade para ser seu folho, além do segredo guardado por ela, capaz de abalar essa relação. 


Uma mulher madura que decide correr atrás do que quer, parece muito interessante, não é mesmo? Vem descobrir o que achei da minha primeira leitura de fevereiro!


[A lista dos sonhos]

“O problema de resistir a uma tentação é que você pode não ter uma segunda oportunidade” [Laurence J. Peter]

É assim que começa “Tentador” de Lola Salgado e Ruby Lace, e só isso já é o bastante para fazer várias pernas tremerem, ainda mais se você pesquisar um pouquinho nas avaliações da Amazon. E, de fato, é um livro que vai balançar suas estruturas, pois você conhece a personagem Adriana.

Adriana tem 39 anos, é uma mulher casada, madura, mas percebe que nunca teve a oportunidade ou a coragem de realizar seus sonhos. Imagine estar às vésperas do seu aniversário de 40 anos – um marco na vida de muitas mulheres – e acreditar que não realizou nada de interessante ao longo da vida? Difícil...

Com essa questão, o psicólogo de Adriana sugere que ela faça uma lista de coisas que deseja realizar e que dê um prazo para que sejam colocadas em prática. Mas, não um prazo do tipo 5, 10 anos, mas sim algo a curto prazo. Ela decide estipular que até seus 40 anos irá realizar essa lista completa.

O primeiro item da lista é “Defesa pessoal”, por motivos que não vou comentar aqui para não estragar a história. E então… Adriana se depara com algo, ou melhor, alguém... tentador.  


[Que venha a tentação!]

Adriana se matricula em uma aula de jiu-jitsu com o professor Bernardo, de apenas 25 aninhos e que molha as calcinhas de todas as suas alunas. Em resumo, ele é um pegador, solteiro, que aproveita os atributos que tem, mas que leva sua profissão bem a sério, embora as alunas nem tanto.

Quando os dois se conhecem é explosão na certa! E foi isso que mais gostei. Os dois personagens são bem construídos e o encontro deles é natural, algo que você vê que as autoras foram construindo para que você fique desejando que aconteça logo.

A narrativa tem um balanço muito gostoso e os capítulos intercalando os pensamentos de um e de outro nos faz ter uma visão completa da história, de todas as perspectivas, o que gosto muito.

Outro ponto super positivo é que aprendemos um pouco mais sobre a modalidade de jiu-jitsu (até me deu vontade de aprender um pouco sobre defesa pessoal! Ou melhor, reacendeu a minha vontade. hahaha) e isso só mostra o quanto Lola e Ruby se esmeraram em entender esse universo e explorá-lo na história.

[Nem tudo são flores...]

Gostei como a reviravolta da história aconteceu. Somos apresentados a vários personagens secundários que são importantes para a trama, como o marido de Adriana e os pais de Bernardo.

Mas, além disso, quando descobrimos um pouco mais sobre o passado de Adriana e seu marido, as circunstâncias que os levaram a ficar juntos, então tudo começa a fazer sentido e ficamos com medo, aterrorizadas, iguais a ela. E se o amor não for capaz de superar isso? E se as suspeitas dela estiverem certas? E o casamento de Adriana, como fica nessa história? Como vocês podem ver, são muitas perguntas e as autoras responderam todas elas, ainda bem!


Como pontos negativos, ressalto alguns errinhos de revisão (mas qual livro não tem, não é mesmo?), e a diagramação é simples (não me incomoda, mas tem gente que gosta de floreios). Além disso, acredito que algumas questões poderiam ser mais exploradas, como o passado de Adriana e a questão do seu casamento. Acredito que faltou um pouco e para mim, ficou meio corrido. Também achei que apesar do relacionamento explosivo entre ela e Bernardo, tudo aconteceu um pouco rápido demais, poderia dar um passo um pouco mais lento. Mesmo assim, não é nada que impeça a leitura de ser prazerosa e tentadora! 

Classificação:
Até mais!

Um comentário :

  1. Livros que trazem isso de traição me incomodam um pouco. Sei lá, hoje em dia ando ficando chata em relação a isso.rs (coisas de velhinhas)
    Mas em contrapartida, amo enredos que indiretamente mandam o leitor ir atrás de seus desejos, mesmo que eles tenham se perdido com o tempo.
    Qual de nós não carrega inúmeras frustrações?
    A idade da personagem é fantástica, típica crise da maturidade e já fiquei imaginando o professor.rs
    Vai para a lista de desejados com certeza!
    Beijo

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^