Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

6 de fevereiro de 2018

Resenha: Namorado de Aluguel – Kasie West.


Título: Namorado de Aluguel.
Autora: Kasie West.
Editora: Verus.
Gênero: Infantojuvenil.
Páginas: 250.
Ano: 2017.
Idioma: Português.
ISBN-13: 9788576864356.
ISBN-10: 8576864355.
Encontre no Skoob.
Compre: aqui.

Sinopse: Quando Bradley, o namorado de Gia Montgomery, termina com ela no estacionamento do baile de formatura, ela precisa pensar rápido. Afinal, ela vem falando dele para suas amigas há meses. Esta era para ser a noite em que ela provaria que ele não é uma invenção de sua cabeça. Então, quando vê um garoto esperando pela irmã no estacionamento do baile, Gia o recruta para ajudá-la. A tarefa é simples: passar por namorado dela — apenas duas horas, nenhum compromisso, algumas mentirinhas. Depois disso, ela pode tentar reconquistar o verdadeiro Bradley. 

O problema é que, alguns dias depois do baile, não é em Bradley que Gia está pensando, mas no substituto. Aquele cujo nome ela nem sabe. Mas localizá-lo não significa que o relacionamento de mentira deles acabou. Gia deve um favor a esse cara, e a irmã dele tem a solução perfeita: a festa de formatura da ex-namorada dele — apenas três horas, nenhum compromisso, algumas mentirinhas.


E, justamente quando Gia começa a se perguntar se pode transformar seu namorado falso em real, Bradley reaparece, expondo sua farsa e ameaçando destruir suas amizades e seu novo relacionamento.
Inteligente e maravilhosamente romântico, Namorado de aluguel retrata a jornada inesperada de uma garota para encontrar o amor — e possivelmente até a si mesma.


Oi gente, tudo bem? Espero que sim!
Hoje venho trazer para vocês essa história que me conquistou, inicialmente, pela capa. É isso mesmo que você leu, vamos ao confessionário do dia: Sim, pedi esse livro por causa da capa e do título, e mais uma vez acertei na escolha. Bem, segue lendo!


[Alerta de livro fofinho]

A história gira em torno de Gia Montgomery e sua vida fútil. Ela é uma garota popular na escola e tem uma vida perfeita, entretanto, para ela, tudo depende do que acontece nas redes sociais. Se alguma publicação que ela faz não recebe “curtidas” ou “retuitadas” o suficiente, é motivo para desespero. Até sua família, não deixa transparecer os problemas para não perderem o status de família perfeita.

Como toda garota popular, Gia tem seu grupo de amigas, mas nem todas do grupo gostam verdadeiramente dela.

Nossa protagonista namora Bradley, e o relacionamento deles é de apenas dois meses, Gia não vê a hora de apresentá-lo para suas amigas. Isso irá acontecer na formatura, só que Gia não contava com um pequeno detalhe: Bradley termina com ela, no estacionamento da formatura! Com medo de que suas amigas não acreditem nela, o desespero começa a bater.

Por destino, no estacionamento Gia nota um rapaz observando tudo. Sem pensar duas vezes ela pede para que ele seja seu namorado aquela noite, e que ao término da festa, ele poderia terminar com ela na frente das amigas e como “forma de pagamento” ela ficaria devendo um favor ao rapaz.

Ao ouvir a proposta o rapaz aceita, porém a questiona sobre o porquê dela não contar a verdade para as amigas. Em seu grupo, tem duas meninas que Gia adora e uma novata, Jules, que não vai muito com a cara dela. A todo custo Jules tenta afastar Gia do grupo e iria falar para as meninas que Gia mentiu o tempo todo sobre o namorado e com isso acabaria causando intrigas entre elas.

Tudo estava indo nos conformes para nossa protagonista, entretanto ela não esperava que a irmã do “Bradley falso” fosse atrapalhar os planos. A irmã do garoto não suporta gente como a Gia, que só pensa no próprio umbigo e esquece do mundo á sua volta. O inesperado acontece, e os pensamentos de Gia são sobre o namorado de aluguel. E então nos deparamos com reviravoltas que nos fazem suspirar muito.

O livro é bem fofinho, e apesar de ser infanto-juvenil, aborda temas importantes como problemas familiares, amizades e o excesso de uso das redes sociais. Até que ponto a família tem que ser “omissa” na criação dos filhos, só para não perderem o status de família perfeita? O que é mais importante?

Até que ponto vale a pena manter uma amizade, só para continuar popular? E até onde as redes sociais devem influenciar na vida das pessoas? Viver em torno de likes é o cúmulo do absurdo!

Essas são algumas perguntas que ficaram rondando minha mente, enquanto eu lia. Mas fiquem tranquilos porque durante a história [mais para o final] essas perguntas são respondidas.

A autora soube construir personagens que cativaram tanto o lado bom, quanto minha raiva. Drew e Jules são exemplos disso. Drew é irmão da Gia e erra feio com ela, é um babaca e só tem atitudes assim. 

Sobre amizade: um assunto que foi importante na história. Gia adorava duas meninas, mas até que ponto essa amizade foi sadia, já que ela tinha que fazer de tudo, incluindo se passar por mentirosa, para agradar e se manter popular? Até onde essa amizade era verdadeira? Kasie desenvolveu mais ou menos essa questão, porém mostrou que  Gia aprendeu algumas lições.

Sobre o amor: Aaaah, isso não preciso nem falar, não é? Foi lindo acompanhar a Gia se apaixonando pelo nosso “Bradley falso”. Não posso falar muito para não deixar  spoilers demais por aqui, mas estou suspirando até agora. Que amor!

Não encontrei erros que atrapalhassem a leitura, as folhas são amareladas e o tamanho da fonte é agradável. É uma leitura leve que em dois dias você conclui.


É isso! Indico a leitura para você suspirar um pouquinho, se divertir e querer socar a cara de alguns personagens – risos.

Beijos! 

Classificação:

5 comentários :

  1. Como não conhecia o livro, estou aqui suspirando.
    Não abro mão de ler de vez em sempre uma história de romance assim, leve e sem muita pretensão. Mas que ao mesmo tempo,nos traga alguns ensinamentos camuflados.
    Essa fase de namoros, descobertas, amizades e hoje em dias, internet, são sempre assuntos que rendem ótimos cenários e com isso, ótimos questionamentos.
    Vai para a lista de desejados com certeza.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Não tenho dúvidas de que o livro deve ser bem fofo mesmo!
    Adorei a sua resenha e tenho certeza que vou suspirar conferindo essa bela história. Obrigada pela dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Gia é o retrato de muitos jovens hoje em dia, bem legal mostrar isto em um infanto-juvenil, ainda mais quando o livro é fofinho. Que bom que todas as questões levantadas no decorrer da leitura tem respostas, adoro isso. Quero conhecer esse Bradley falso, dica anotada.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Que bom que o livro te agradou tanto, e parece realmente bem fofo, mas não muito meu tipo de história prefiro mais as tramas policiais, mas de vez enquanto um livro fofo cai bem

    ResponderExcluir
  5. Oi Laneh!
    Bem vinda ao clube, metade da minha estante foi comprada pela capa hahahahahahahah sempre escolho eles pela capa e raramente me dou mau viu!
    Adorei a resenha, fofinha que nm a obra. Gosto desses livros fofinhos para sair da ressaca ou para intercalar com leituras pesadas, ou sej, eles estão sempre por perto. Dica de fofurice anotada.

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^