16 de outubro de 2017

Indicação de game: Cuphead.

em 16 de outubro de 2017

18 comentários

Nome: Cuphead.
Desenvolvedor: Studio MDHR.
Game Engine: Unity.
Data de lançamento: 29 de setembro de 2017. 
Projetista: Jared Moldenhauer.
Gênero: Aventura.
Plataforma: Xbox One, Microsoft Windows.
Trailer: Aqui




Boa noite galera!! Aqui quem fala é o Júlio e eu trouxe hoje uma indicação que vem dando o que falar no mundo dos games. Em tempos de playstation 4, Xbox one e computadores potentes rodando jogos cada vez mais pesados, Cuphead vai na contramão de tudo isso e surpreende a todos já com 1 milhão de cópias vendidas desde o recente lançamento.

O jogo impressiona pela simplicidade gráfica que apresenta, nos lembrando os desenhos animados da década de 30, e pela grande dificuldade nas fases. Ele resgata o estilo dos velhos jogos de aventura/plataforma em que temos fases lotadas de inimigos e devemos derrotar todos evitando a todo custo sermos atingidos (um simples toque neles causa dano ao personagem que tem um limite de dano pequeno). Há diversas fases e chefes desafiantes, o que pode fazer o jogador passar raiva às vezes. O design dos chefes é extremamente variado indo de criaturas estranhas a objetos originalmente inanimados que usam como munição coisas bem inesperadas. 

Mapa do jogo

Tudo no game foi desenhado à mão exatamente como as antigas animações, tendo inclusive (propositalmente) os "chuviscos" na tela dando ainda mais essa sensação. 
A jogabilidade é simples, tendo apenas 4 botões e conforme o avanço o jogador adquire power-ups para o personagem que ajudam com a questão da dificuldade do game (pode acreditar, eles realmente são necessários). Temos pouco a fazer com o personagem, pular, esquivar e atirar em tudo que se mexe, a quantidade de inimigos e o cenário é que deixam as coisas bem "interessantes" exigindo agilidade nos dedos por parte do jogador. Na hora de começar existem as opções de se jogar sozinho ou com um amigo, o que deve facilitar um pouco (ou não) a aventura, tudo isso offline, exatamente como nos jogos antigos, bem nostálgico pra quem jogou vídeo game na década de 90 (como eu =D). 
Ao término do jogo é habilitada a opção de jogar novamente com a dificuldade aumentada (não sei como isso é possível, sinceramente), isso estende a vida útil do game garantindo várias horas de jogatina. Algo que acho importante comentar é que atualmente a indústria de games (e os gamers) se prenderam à ideia de que os jogos devem ter gráficos cada vez mais realistas e em minha opinião estão esquecendo que eles também devem ser divertidos. Isso causa uma "guerra" na internet devido à preferência por tal plataforma de games. Cuphead é prova de que essa regra à qual se apegaram tanto não é uma verdade absoluta, investindo pouco em gráfico e apostando num jogo divertido o Studio MDHR conseguiu tamanho sucesso com seu jogo de estréia e, sinceramente, espero que sirva de exemplo para as grandes desenvolvedoras e que mais jogos do gênero sejam feitos. O jogo vale muito a pena e não exige um pc muito potente para rodar bem. 

Primeira fase do jogo
A experiência que tive até agora jogando foi bem satisfatória, tem atendido às expectativas (principalmente a famosa dificuldade) e pretendo continuar até o fim. Bem galera eu vou ficando por aqui, espero que tenham curtido a indicação, acreditem em mim, é muito bom!! Até a próxima semana. 

Classificação:

18 comentários :

  1. Oi, tudo bem?

    Não sou muito de jogar, mas este jogo parece ser bem legal. Me lembra alguns do jogos que meu sobrinho jogava quando era mais novo. Boa dica para passar para ele.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Achei bem vintage o jogo, olhando as imagens do gráfico bate uma nostalgia dos tempos de criança.
    Concordo com você em relação a preocupação que possuem com os gráficos e esquecem do jogo em si, sou meio chata pra essas coisas, tipo
    de pessoa que procura emulador para jogar Super Mario no vídeo-game do primo rsrs.
    Adorei a dica Júlio.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nossa, esse jogo parece bem legal mesmo!
    Fez-me lembrar de Mario, Crash e Alex Kidd =)
    Adorei!! Vou procurar por ele!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Júlio, quando não era livros, era video game, adorava e passava horas jogando, agora modernizou, eu acho que ficou mais difícil alguns jogos, mas agora deixo pros mais novos kkkkk
    Muito legal sua dica, vou passar pros meus sobrinhos, obrigado!

    ResponderExcluir
  5. Olá...
    Gostei bastante do game, a temática é legal, a imagem também está bonita e, mesmo não curtindo muito jogos, acho que vou dar uma chance para esse.
    Bjo

    ResponderExcluir
  6. Oie, tudo bom?
    Esse jogo estava disponível na BGS, mas a fila estava tão grande que não consegui nem chegar perto :\ Porém, achei bem legal o fato de ser inspirado em games mais antigos, que amo também, e por ter essa pegada dificil mas divertida. Dica anotada!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bom?
    Adoro games com essa pegada de games antigos! Raramente os jogos novos tem chamado minha atenção, ao contrário do que aconteceu com ele. Pelas fotos me lembrou um pouco sonic, goltrop (do pateta, não sei se é assim que escreve) e mário, que eram jogos que amava (não deve ter nada parecido né? hahahah). Enfim! Adorei a sugestão e vou conferir ^^

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Júlio! Conheço pouco de games, mas gostei da novidade. É mesmo algo inesperado uma empresa ir na contramão e se isso tem agradado, melhor ainda! Concordo com o seu olhar sobre a dose de diversão que um game precisa ter e espero que muitos sejam assim.

    BJs

    ResponderExcluir
  9. Oii Júlio, tudo bem? Não sei nada sobre games além do bom e velho Mario! hahaha Adorava jogar, quando mais nova, porém com o tempo fui perdendo o jeito, e hoje em dia não tenho tempo nem tanto entusiasmo para acompanhar as novidades. De qualquer forma, vou indicar esse jogo para meu primo que com certeza irá adorar. Seu post ficou ótimo!
    beijos!

    ResponderExcluir
  10. Helloo, cara. Tudo de boas?!
    Primeiro de tudo: adoro os desenhos animados da década de 30. Tinha um estilo vintage e as vezes de jazz que eu curto muito. Eu definitivamente ficaria feliz e animada vendo alguém jogar. Digo isso pq não jogo, sou bem nervosa e as vezes começo a gritar, me perder nas jogadas e e dá tudo errado. Sou bem ansiosa e agitada. Mas gosto de assistir minhas irmãs jogarem. O único jogo que arrisco é o Just Dance e de vez em quando zumba porque gosto de dançar. De qualquer forma esse jogo parece ser awesome e lindeza.
    Beijin...
    Pieces of Alana Gabriela

    ResponderExcluir
  11. Oi, Júlio. Tudo bem?
    Nem lembro quando foi a última vez que jogo algum jogo em algum videogame, mas faz muito tempo. Eu tenho o carinho muito grande pelos jogos mais antigos e saber que esse jogo tem similaridades com eles me deu vontade de conhecê-lo. Fiquei curioso para conhecer, espero um dia ter a oportunidade de jogar. Adorei conhecer mais do jogo. Muito bom a sua análise.
    Abraço 😀


    ResponderExcluir
  12. Li o seu post com o meu filho e ele adorou a dica.
    Agora ele virou fã do teu blog.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Gosto desse tipo de jogo, esses jogos que soam como se fossem ultratecnologicos, cheios de coisas 3d e tudo mais acabam não me prendendo tanto como esses com um ar mais antigo, a nostalgia acaba me ganhando. Salvei seu post nos meus favoritos, quero jogar em breve e ter minhas proprias impressões!

    ResponderExcluir
  14. Oi Julio, não sou uma fã de jogos mas é legal acompanhar algumas vezes e adorei saber que ele corre por fora dessa alta tecnologia e definição que temos hoje. Bjs, Tell me a Book

    ResponderExcluir
  15. Olá!!

    Eu não tenho muita paciência para jogos, mas achei bem fofa essa coisa vintage na época dos gráficos magníficos e reais, vou levar sua indicação para o meu marido que é um apaixonado por games.

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Olá,

    Não entendo nada desse universo de jogos, confesso que até já tentei jogar alguns, mas não funciona para mim, não tenho habilidade para isso. Por isso, deixo a dica passar, mas, acredito que para quem gosta é uma ótima recomendação.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Não jogo muito atualmente. Anos atrás era bem mais engajada nesse universo. Eu particularmente gostei bastante dessa dica de hoje, apesar de não saber quando poderei jogar, anotei a dica aqui para saber mais e tentar procurar.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  18. Olá Julio, tudo bem?
    Ainda não conhecia esse jogo, mas também não fiquei muito interessada, mesmo porque não curto muito jogos. Achei muito bacana você dizer que sua experiência foi satisfatória até agora.
    Espero que o jogo continue te agradando.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^



TOPO