Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

10 de fevereiro de 2017

Resenha: Montanha da Lua - Mari Scotti.

Título: Montanha da Lua.
Subtítulo: A maldição dos Hallinson's.
Série / Coleção: Família Hallinson.
Livro: 01. Ano: 2015. Páginas: 281.
Autora: Mari Scotti.
ISBN: B00XF1F7FE.
Idioma: Português.
Editora: Amazon.
Gênero: Romance de época / Romance.
Categoria: Literatura Brasileira.
Adicione ao SkoobCompre: aqui.
E-book cortesia da autora.

Sinopse:
Há séculos, uma verdade acompanha cada herdeiro do ducado de Bousquet: A Maldição dos Hallinson’s.
Conta-se que a tragédia os acompanha, levando à morte as esposas em seu primeiro ano de matrimônio. Geração após geração, aprendem sua sina e a regra a seguir para possuir uma união frutífera e longa.
Octávio Hallinson Segundo sofre as consequências de não seguir esses ensinamentos. Viúvo, isolou-se da sociedade, fugindo da responsabilidade de casar-se novamente para providenciar um herdeiro para seu título.
Um homem marcado pela dor.
Mical Baudelaire Nashgan sempre foi uma mulher decidida, enfrentando as ordens de sua tia e negando-se a seguir o protocolo que obrigava mulheres a procurar maridos apenas por posse de títulos e dinheiro e não por amor.
O posicionamento contraditório aos costumes afastou os candidatos, tornando-a uma das únicas solteironas que sua província conheceu. A mais bela dentre elas.
Uma tragédia a coloca frente aos perigos da floresta aos pés da Montanha da Lua e seu futuro torna-se incerto e assustador.


Montanha da Lua é simples, singelo, instigante, envolvente e adoravelmente encantador! Recebemos o e-book da nossa parceira Mari Scotti para avaliação e o que tenho para dizer sobre ele é: que leitura gostosa! 

Mas vamos ao que interessa, vamos falar sobre a premissa da obra. 

Octávio é um Duque, mas acima de seu título ele é um homem atormentado. Seu passado e o de sua família o condenam a solidão a qual ele mesmo se submeteu afastando-se da vida que deveria levar e vivendo como um simples homem, deixando encarregado de seus afazeres o seu fiel mordomo e amigo. 

Dono de uma personalidade única, o Duque é, literalmente, terrível – risos.

Mical é uma mulher diferente das demais de sua época. Ela não quer se casar apenas porque é o que as mocinhas de sua época devem fazer, nem porquê de um bom casamento depende o seu futuro, afinal, ela tem a herança de seus falecidos pais e sabe que terá como manter-se o dia em que se ver só. Ela não vê como se o casamento fosse um negócio apenas – o que, em sua época, era bem comum de acontecer. Ela só deseja casar-se caso encontre o verdadeiro amor, todavia, na altura do “campeonato” de sua vida isso torna-se cada vez mais difícil, mas está tudo bem, apesar do preconceito que ela encara, dos olhares maldosos das senhoras por ela ser uma solteirona que já passou dos 30 anos, Mical está feliz e disposta a levar sua solteirice até o fim de sua vida se não encontrar o amor verdadeiro. Dona de uma postura e tanto, ela é a frente de seu tempo - mas sem extremos-, de certo modo, terrível quando quer e com uma personalidade e tanto.

Após visitar uma amiga que está esperando um bebezinho, Mical decide que deseja chegar em casa mais rápido, sozinha – novamente fugindo aos padrões de sua época – ela decide cortar caminho e é nesse ponto que sua aventura e a história começam! 

Ela foi perseguida e acordou em uma cabana na Montanha da Lua, logo depara-se com um homem de feições fortes e um porte que impõe respeito, ele está cuidando dela, mas será ele um raptor ou realmente está lhe ajudando? É isso que ela quer saber. 

Duas pessoas de personalidades fortes, que fogem um pouco das imposições da sociedade. Duas criaturas que são páreas uma para outra, mas que não querem admitir isso. Um romance surgindo onde menos se espera, será? Um sentimento, mas será ele reciproco ou apenas um dos nossos protagonistas está apaixonado? 

Mical descobre que ele salvou sua vida, os ferimentos que o Octávio carrega comprovam sua versão, e é por isso que ela fica mais alguns dias por ali, porque ele também precisa de cuidados. Quando é que ela poderá voltar para casa?  

Ele a tira do sério, ela não faz menos por ele. Mical é curiosa e fuça a cabana inteira, descobrindo, por fim, quem é o seu algoz ou herói? Ok, herói – risos.  

O momento de voltar para casa chegou, mas o que mudou em seu interior depois dessa experiência pela qual passou? O que Mical mais deseja depois da Montanha da Lua? 

Sua Tia, que a criou, com quem Mical mantém uma relação complicada, prometeu sua mão em casamento e também dinheiro para quem lhe encontrasse e a trouxesse sã e salva, mas o Duque não tem essa pretensão, portanto a nossa mocinha foi prometida a outro.  

E ele, arrogante ou se esconde atrás desse subterfúgio? Um homem amargurado, de fato.

Ele, apesar de ser um Duque, não é o mais desejados dos homens. Viúvo e que carrega uma maldição, onde deve perder (e já perdeu) a sua esposa no primeiro ando de casamento, que mãe desejaria algo assim para sua filha?  

Condenada pela sociedade por sua solteirice, mas com o apoio de seu Tio, que a criou como se fosse uma filha, ela não iria casar-se sem amor, porém as coisas mudaram e um desejo a faz repensar o caso. 

Condenado por ser quem é, apesar do respeito da sociedade, ele só quer passar a vida sem ter de amar, porque amar é trazer a morte para sua vida. 

Bom, vamos parar de falar sobre a história, o desenrolar dos fatos e o que vem a seguir, caso lhes interesse, descubram lendo! O que posso falar é que: Mari Scotti nos presenteou com uma história sensível, gostosa, amorosa, em alguns momentos divertidas, outros dolorosa, até mesmo alguns irritantes, é um pacote completo com tudo que um bom romance de época deve ter. Algo que gostei bastante é que, para chegar onde queria, Scotti não utilizou nenhum personagem tentando enganar a nossa mocinha, ela simplesmente desenvolve os problemas entre eles dois e ponto, apesar de um leve suspense relacionado a algo do tipo.  

Confesso que o medo de Octávio em certos momentos irritou-me bastante, a vontade de adentrar no livro e meter – literalmente – a mão na cara dele foi grande, é uma pena que não possamos fazer esse tipo de coisa – risos. Todavia, é esse medo e sua covardia (Que vontade de matá-lo em certos momentos, ah, Mical, você tinha que ter estapeado esse homem ao menos uma vez, por mim! >__<) que faz a história se mover.  

Com personagens bem construídos, personalidades bem definidas, não só os protagonistas mas também os coadjuvantes, o livro nos mostra o quanto o medo em excesso pode ser destrutivo, que amizades fiéis e verdadeiras são preciosas e para sempre, que o amor pode estar onde menos esperamos e que podemos ser muito mais fortes do que imaginamos.  

Como vocês podem notar, o verdadeiro duelo acontece entre Mical e Octávio, se alguém saiu vencedor, não posso dizer, mas nós, leitores, saímos, ao nos deliciarmos com essa história. A Mari consegue nos levar de um extremo ao outro, de desejarmos a felicidade do casal e logo em seguida queremos que o Duque vá para o raio que o parta e que Mical seja feliz com sua nova vida, porque, por Deus! 

O livro conta com cenas quentes na medida certa, sem exagerar e encaixando na história certinho, o linguajar utilizado pela autora é muito bom. 

Deu para notar que super indico o livro, não é? Indico mesmo! Para todos os que adoram romances de época escrito por autoras contemporâneas, mas principalmente para quem busca um romance que vai lhe tirar do sério e também fazer suspirar, é inevitável, juro! 

Ah, ia esquecendo de mencionar... o livro nos apresenta pequenas histórias paralelas que são resolvidas nesse volume mesmo (muito legal) e nos revela segredos bem dolorosos, nos aproximando ainda mais dos personagens e fazendo com que aquela vontade de dar um abraço apertado neles e dizer “Está tudo bem, já passou...” surja e não vá mais embora.  

Os capítulos são bem separados e é identificado em cada um deles o seu narrador, o que deixa a leitura mais fluída. Gostei do livro ser dividido ente os pontos de vista de vários personagens (em sua maioria por Mical e o Octávio), de forma organizada, é claro, como disse, sempre vem identificado quem é o narrador, e isso foi ótimo. A escrita em primeira pessoa também colabora para entendermos os sentimentos de cada um, e você acaba apaixonando-se pelos personagens. 

Quanto a edição, não posso falar muito, por ter lido em e-book, mas é nítido que a autora teve um cuidado com a capa que condiz bem com a história, e o título é perfeito, depois que você lê compreende. Encontrei alguns errinhos de digitação, leves e nada que atrapalhe a leitura. 

O e-book está disponível para compra na Amazon para quem quiser adquirir, na versão física também.

É isso! Super recomendo para quem quer ler um livro leve, gostoso e ao mesmo tempo muito envolvente.

[QUOTES]
Deveria lembrar-me de que sou a mulher que enfrentou toda uma sociedade para permanecer solteira e não uma donzela em apuros que precisa de um príncipe encantado que a resgate.
Renunciei ao matrimonio sem amor, sou vista com maus olhos pelas senhoras de toda a região e não me desfiz como um cubo de açúcar. Certamente sairei ilesa desta situação também.
Fitei o nome mais uma vez, sentindo-me vertiginosa: Eu era a sua próxima vítima. 
“Eram as memórias que eu rejeitava, não a vós. Não sabe como era difícil conceder-lhe o mínimo contato e ao mesmo tempo perceber que eu queria que me tocasse e não conseguia deixar. Espero um dia obter seu perdão por guardar esta verdade por tanto tempo.”
“A morte nos espreita o tempo todo e fatalidades podem acontecer com qualquer pessoa, a qualquer instante, basta estarmos vivos para corrermos o risco de morrer.”
 O amor nunca será maldito...
“Todos possuímos fraquezas, Octávio, como lidamos com elas é que nos faz vencer.”

 Avaliação:


Coleção Família Hallinson.

1. Montanha da Lua.
2. A noiva devota.


21 comentários :

  1. Adorei sua resenha! Obrigada por compartilhar sua experiência de leitura com a gente; espero que goste do próximo livro também.
    Beijooo, Mari Scotti

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari!

      Eu é que agradeço pela oportunidade de conhecer a sua obra, e pela parceria!

      Eu já li A Noiva Devota, a resenha está prontinha e em breve vai ao ar! Obrigada, por tudo!

      Beijão!
      Ana.

      Excluir
    2. Fico encantada que você tenha encontrado um momento para se distrair com meus livros <3.

      Excluir
  2. Ahhhh que reaenha linda, imagino que o livro deva ser realmente adorável.
    Adoro historias com essa temática e quem sabe em breve eu consiga lê-lo.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      É adorável, sim!
      Se optar por ler, volte para me contar a sua opinião, sim?

      Beijo!
      Ana.

      Excluir
  3. Oi!
    Também li esse livro recentemente e achei uma história adorável mas confesso que quis dar uns tapas no Octávio diversas vezes por cobta das suas atitudes. Ainda assim foi impossível não torcer pelo casal e seu final feliz.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Super lhe entendo, como pode ver na resenha, tive essa mesma vontade. rs
      Já leu o segundo livro? É tão bom quanto! :D

      Beijo!
      Ana.

      Excluir
  4. Aaaaaah eu sou apaixonada por Montanha da Lua, um dos meus livros preferidos de toda a vidaaaaa! A Mari arrasa muito e de você gostou de Montanha da Lua aconselho a ler A Noiva Devota, vai se apaixonar ainda mais! SOU APAIXONADA!

    MEMÓRIAS DE UMA LEITORA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem?

      Ahhhh, que show, é tão bom ver que outra pessoa também adorou essa história linda!
      Eu já li a A noiva Devota, AMEI, tanto quanto esse! ^_^

      Que venham mais Hallinsons para nós! :D

      Beijo!
      Ana.

      Excluir
  5. Quiquei aqui ao saber que é romance de época. JÁ QUERO PARA ONTEEEEEM <3 E a sua resenha só me deixou com vontade ainda. Conheço a autora de nome, mas nunca li nada dela. Pelo jeito irei mudar isso haha ADOREI!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!!

      Simmmmm, é um romance de época, e é dos bons!!!!
      Leia, leia, leiaaaaaaaaaaa!!! Leia e volte pra me contar a sua opinião, sim?

      Beijo!
      Ana.

      Excluir
  6. Oii Meninas! Linda resenha! Eu li Montanha da Lua e fiquei encantada com a história! Mical é impressionante, amei a personalidade dele e o carisma. Amei a escrita da Mari, é maravilhosa. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiiii!

      É bom demais, mesmo!
      A personalidade dele é muito legal, mas Octávio me irritou - rs, Mical é Mical! XD

      Beijo!
      Ana.

      Excluir
  7. Capa Fantástica! Sinopse mais ainda... Anotando em minha lista em 3, 2, 1
    Obrigado pela indicação. Sua resenha me deixou interessado no livro ^^

    ResponderExcluir
  8. Oi!!
    Eu nunca li nada dessa autora, mas sempre leio comentários positivos sobre seus livros, eu acho linda essa capa.
    Gosto quando o autor sabe colocar ela cena mais picante sem deixar ela tomar conta da história, tudo com um limite certo.Eu não gosto de romances de época, mas acho que me arriscaria a ler esse.
    Pela tua resenha já deu para imaginar que os personagens são fortes, cativantes e que a leitura é muito envolvente.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  9. Oiii tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse, mas fiquei apaixonada pela sua resenha, desejo muito sucesso ao blog e a Mari.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  10. Namoro a capa desse livro faz tempo, mas não sabia que se tratava de um romance de época. Isso com certeza me deixou ainda mais animada. Adorei sua resenha e já estou anotando o livro na minha listinha de desejados.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  11. Oiee, tudo bom? Eu já li o livro e amei também! A escrita da Mari é bem envolvente e ela sempre constrói personagens super intrigantes, especialmente os mocinhos. Quero muito conferir A Noiva Devota logo <3 Parabéns pela ótima resenha!
    Beijoos

    ResponderExcluir
  12. Oi Ana, sua linda, tudo bem?
    Já li algumas resenhas desse livro, ele já está na minha lista. Além de adorar o gênero, a trama tem algo que chama muito a minha atenção: a maldição, risos... Estou super empolgada para ler essa série e curiosa para saber como eles conseguirão ficar juntos. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Eu adquiri esse livro faz tempo, só me falta tempo para ler.
    Aliás, pela resenha, ele parece ótimo! O que me deixa mais curiosa ainda e com vontade de por essa obra no topo das leituras ❤

    ResponderExcluir
  14. Olá,

    Eu já conheço o trabalho da autora faz um tempinho e em cada matéria que leio a respeito dela as minhas dúvidas são esclarecidas, ela é realmente uma boa autora. Adorei sua resenha, eu já conhecia essa obra e minha vontade de fazer a leitura dela só aumentou, mesmo não gostando muito de romance de época! ♥

    → desencaixados.com

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^