Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

20 de setembro de 2016

Resenha: A Deusa de Anília e Outras Histórias.


Título: A Deusa de Anília e Outras Histórias.
Autoras: Cláudia Miqueloti.
ISBN-13: 9788537402818.
ISBN-10: 8537402818.
Ano: 2015. Páginas: 184.
Idioma: Português.
Editora: Litteris.
Gênero: Ficção / Fantasia / Contos / Literatura Brasileira.
Adicione ao Skoob
Compre: aqui

Sinopse:
A Deusa de Anília
Um terrível dragão aterroriza a ilha. Krisna Rimeriano precisará de toda sua determinação e coragem para salvar sua amada ilha e conquistar o coração do valente Negro.
A Maldição de Gohran
A cidadela de Manarga vive sob uma maldição imposta pelo temível dragão Gohran. O jovem Menetto e seus companheiros precisam ser bem sucedidos para que Manarga não desapareça.
Mielim e a Harpa Encantada
A harpa dourada foi roubada, debaixo das orelhas pontudas dos Elfos de Lothuen. Bravos guerreiros saíram no encalço do ladrão.
O inferno de Razhenda
O Reino de Razhenda foi devastado por Cormedhor de Austrúcia, um mago ensandecido, que vem se utilizando de seres humanos como cobaias para suas experiências cruéis.
Tremaría e o Gigante da Montanha de Gelo
Uma terrível e monumental criatura, está aterrorizando os viajantes que precisam cruzar a Montanha do Vento Cortante. Kági, Dovan, Armando, Sáfio Liso e a doce barda Jocelyn precisam urgentemente de um trabalho, pois seus bolsos estão vazios.


Vamos de resenha nacional? Vamos sim!
Vocês já conhecem o livro A Deusa de Anília e Outras histórias? É um livro de uma autora Brasileira formado por cinco contos: A Deusa de Anília, A Maldição de Gohran, Mielim e a Harpa Encantada, O inferno de Razhenda e Tremaría e o Gigante da Montanha de Gelo.

Vou começar falando sobre a escrita da autora e depois apresentarei um pouquinho de cada conto pra vocês. A escrita da Cláudia é simples, sem muitos rodeios mas com os detalhes necessários e de fácil compreensão o que facilita bastante a leitura e faz com que torne-se mais rápida. Os contos não são nem grandes e nem pequenos, eles tem um tamanho bom para leitura, para o desenvolvimento dos mesmos e com isso o leitor viaja entre os universos fictícios com facilidade.

Quanto a edição: Uma capa legal, adoro o tom azul e está bonita. Folhas brancas um pouquinho cansativas. Tamanho de fonte bom para leitura, revisão boa - um pequeno errinho aqui e outro ali mas nada que atrapalhe a leitura.

Os cinco contos, ainda que independentes um do outro, tem, de certo modo, semelhanças entre si, pode ser que seja apenas a escrita da autora, mas temos a sensação de estar no mesmo universo - ainda que sejam um pouco diferentes uns dos outros. A verdade é que, a autora escreveu este livro de contos baseando-se em suas experiências como jogadora de RPG e portanto seu mundo fantástico tem alguns detalhes que remetem as aventuras pelas quais ela passou em seus jogos e acredito que isto seja o ponto de ligação entre suas histórias.

[A Deusa de Anília]
Krisna Rimeriano, é altruísta e responsável por seu povo, ela tem um passado e esse passado volta para assombrá-la. No conto acompanhamos a nossa mocinha tentando aplacar uma tempestade intensa que vem causando grandes estragos na ilha de Anília. Os Deuses estão inquietos, mas Krisna é também considerada como uma Deusa perante seu povo.... Como disse, o passado volta para atormentar Krisna mas não apenas a ela e sim a todo o seu povo. Entre ação e romance a autora nos apresenta os reais motivos do vilão e a criatura que é utilizada para destruir ou dominar um povo.
Este é o conto mais longo do livro e acredito que por esse motivo ele foi o que mais gostei, pois o desenvolvimento não foi tão corrido. Uma Deusa, uma criatura poderosa e um Mago com más intenções; como foi o desfecho? Não posso contar, ficou curioso? Descubra lendo...

[A Maldição de Gohran]
Nem toda criatura é maldosa, as vezes, apenas as vezes, ela segue aquilo que lhe foi ensinado, segue o que seus antepassados faziam e vivem do modo que aprenderam a viver. As vezes uma besta, um monstro, é na verdade uma criatura que não teve a oportunidade de conhecer afeto, amor, amizade, carinho, respeito... As vezes, só as vezes, a maldição que um Dragão solta sobre um povo pode ser nada mais nada menos para aplacar a dor de um coração partido; mas quem é que vai saber isso?
Um conselho representa os povos da região e esse conselho determina que uma caravana seja enviada ao covil do Dragão Gohran para negociar a dívida que tem com ele e para tentar fazer com que essa maldição deixe de ceifar a cada ciclo de tempo a vida de um primogênito de famílias da região.
E é assim, na tentativa de negociar ou de ceifar a vida do Dragão que segredos são revelados e algo que Gohran imaginou ser revela-se um engano: O que fez Gohran a partir dali? Que segredo foi esse? Não preciso nem completar a frase, certo? Esse foi o segundo conto que mais curti nesta obra.

[Mielim e a Harpa Encantada]
Mielim é um jovem elfo, destemido, realmente corajoso, ao saber do roubo de uma harpa, a harpa dourada que protegia seu povo, ele decide ir em busca dela e acredita ser o único que poderá encontra-la e mesmo com a descrença de seu Pai sobre a possibilidade de Mielim encontrar a harpa, mesmo com a ordem de permanecer em seu lar, Mielim convence alguns a seguirem-no e sai na busca pelo tal objeto tão especial.
Nessa ida ele e os seus deparam-se com alguns aliados e com algumas aventuras até que chegam a um lugar mais perigoso e é nesse lugar que o conto encontra o seu desfecho. Na busca pela harpa dourada, Mielim se depara com um ser do mal e tem de encara-lo na tentativa de levar a harpa de volta para casa...

[O Inferno de Razhenda]
Contado por Kallinger, este conto nos traz um reino sendo comandado a força por Cormedhor - o vilão dessa história -, ele sequestra a jovem princesa do reino, a Princesa Mellian. Cormedhor realizava experiências bizarras com seres humanos e transformava-os em seus soldados.
Kallinger, considerado um simples andarilho, é na verdade um homem muito sábio e sua sabedoria os guia, ainda que muitas vezes sua posição seja colocada em chegue, os guia até o castelo de Cormedhor no intuito de resgatar a Princesa e libertar o povo.
Conseguirá equipe designada entrar em um consenso e realizar a tarefa para a qual foram destinados? Só lendo! Senti uma necessidade de um pouco mais de desenvolvimento após o desfecho, mas é um conto, tendo isto em mente, seu final foi bom...

[Tremaría e o Gigante da Montanha de Gelo]
Um grupo de amigos formado por Dovan, Káji, Sáfio, Armando e Jocelyn estão a caminho de uma outra terra em um barco comandado por um senhor já muito idoso e cheio de histórias para contar chamado de Tubarão do Mar. Ao chegar onde desejam eles seguem suas aventuras em busca de alimento e pousada, trabalho também e é assim que deparam-se com uma caravana que segue destino em uma missão na Montanha do Vento Cortando na qual muitas pessoas passavam por sérios problemas devido a uma criatura (criatura da neve). Assim, nossos mocinhos nem tão mocinhos assim, passam por poucas e boas até chegar o momento do "vamos ver". Será que vão conseguir? A criatura é mais forte do que se previa e o grupo para o qual estão trabalhando não é tão justo assim.... Quem sobreviverá? Sobrará alguém para contar a história? Pois é, leia e descubra! Esse foi o menor conto do livro, mas ainda assim foi bacaninha.


Um livro curtinho, uma leitura gostosinha. Para quem gosta de contos, contos de fantasia, pode ser uma boa pedida. Curti a leitura, um passa tempo legal e para quem já jogou algumas aventuras de RPG com seus amigos pode ser um momento de nostalgia.
Avaliação: 

Até mais ver!

[Post Maratona Setembro Nacional 2016]
 

22 comentários :

  1. Oiii Ana, tudo bem?
    Menina eu sou completamente apaixonada por esse livro, eu ainda não tive a oportunidade de ler, mas o quero só por essa capa linda e por possuir fantasia, dica super anotada.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Hello! Tudo bem?
    Tinha visto a capa desse livro e achei tao linda e diferente.
    Não sabia do que se tratava a história e ao ler a resenha, vi que tem tudo que eu gosto.
    Amo uma fantasia e essa parece ser das bem boas.
    O titulo "A Deusa de Anília e Outras Histórias" tb ja me chama bem a atenção e agora com esses pontos positivos da obra, vou com certeza tentar ler.
    Òtima resenha.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Eu amo fantasia.
    Pela sua resenha, o livro parece ser bem interessante. A capa é muito bonita tb.
    Vou anotar a dica.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    A capa está muito bonita mesmo *-----*
    Ultimamente, tenho visto muito essa capa no feed do insta, mas essa é a primeira resenha que leio, e apesar de achar a temática mega interessante, não curto ler contos, pois sempre fico na expectativa que haja mais. Enfim, uma dica muito boa, mas que no momento deixarei passar.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ana
    A capa desse livro sem dúvida é linda. Gosto de contos, ainda mais com uma escrita tao leve e de fácil compreensão como você descreveu. Mas no momento pelo menos, acho que não leria a obra. Porém, parece mesmo ser um livro que vale a pena.

    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  6. Ana, primeiramente obrigada por aceitar participar do book tour. Esse livro foi minha estréia, após a publicação do meu primeiro de poesias. Você gostou do conto A Maldição de Gohran, que só entrou no livro no último segundo antes de finalizá-lo. Eu gosto muito de ler e escrever histórias fantásticas e sei que contos não é a praia de muita gente. No entanto, essa foi a forma de eu começar. Muitos pedidos de continuação para A Deusa de Anília e Tremaría me fizeram ver que essas histórias podem e devem ter um maior desenvolvimento. Gostei da forma sincera e detalhada com que expôs sua opinião. No momento, estou escrevendo um romance sobrenatural sem prazo ainda para publicação, pois preciso fazer muitas pesquisas e não será um livro de contos. Só posso adiantar que estou fazendo tudo com muito carinho. E agradeço de coração aos comentários de todos no blog. Boas leituras. Beijos doces. Fiquem bem!

    ResponderExcluir
  7. Oi, mesmo gostando da sua resenha, a premissa do livro e dos contos não me cativou, não chamou a minha atenção, por isso, não os leria, mas confesso que achei a capa linda e sua resenha está ótima.
    bjus

    ResponderExcluir
  8. Oi, Ana!
    Primeiro, obrigada por participar do book-tour que organizei! Uma honra ter você como participante e amiga!
    Deu pra ver que você curtiu a leitura, mesmo não estando muito acostumada com contos curtos. Estou até ansiosa para receber o livro e ter eu mesma este espetáculo de capa em minhas mãos... XD
    Muito obrigada!!!! bj!
    Nu.

    ResponderExcluir
  9. Nossa parabéns pela resenha eu não conhecia o livro, infelizmente ele não faz meu tipo e leitura, mas eu amei a capa e a forma como você abordou a leitura.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu não conhecia a obra, mas confesso que não sou muito chegada a contos, então esse livro não despertou meu interesse.
    Mas adorei a resenha e essa capa tá linda demais!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá, estou pensando em me jogar mais em livros de contos pois não é algo que estou muito acostumada pois sempre fico querendo mais páginas da história quando gosto de um conto e isso me deixa frustrada, mas não gosto muito do gênero fantasia então esse não me interessou muito.

    ResponderExcluir
  12. Além de adorar contos o tema fantasia é muito me interessa. A experiência da autora Cláudia Miqueloti em RPG, com certeza, contribuiu para enriquecer cada um dos universos apresentados. Eu não conhecia o livro, mas gostei muito da dica.

    *☆* Atraentemente *

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?

    que capa linda. Amei a ideia. E são contos, fantástico isso. Dica anotada!

    bjss

    ResponderExcluir
  14. A capa desse livro é muito bonita, realmente. Fantasia sempre me chama a atenção, apesar de não ter proximidade com o RPG, os contos conseguiram chamar a minha atenção. Adorei a dica.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  15. Oiee! Nossa que capa linda (ataque da louca das capas) tenho vários livros comprados pela capa (uns que amei, outros nem tanto). O livro parece ser bem legal em ser dividido por contos, mas não faz muito meu estilo... Então deixo essa dica pra próxima!

    Beijos
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  16. Olá.
    Li algumas resenhas sobre o livro e fiquei bem curiosa. Fiquei feliz ao ler a sua também. Gostei da premissa do conto Tremaría e o Gigante da Montanha de Gelo e do conto Deusa de Anilia. Embora não curta muito ler contos, admito que fiquei bem curiosa. Espero ler o livro em breve.

    ResponderExcluir
  17. Ana lindona amei a resenha, amo fantasia, amei a capa, dragões então sou apaixonada, não conhecia o livro e imagina já quero. Fiquei ainda mais feliz sendo um nacional. Gostei muito do conto Deusa de Anilia vou correr para ler. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  18. Oi Ana!
    Achei a temática bem interessante e o fato de a autora ter se inspirado nas suas experiências jogando RPG me deixou bem curiosa quanto a trama. Ultimamente eu tenho gostado muito de ler contos e acho que vai ser uma leitura bem agradável.
    Abraços

    ResponderExcluir
  19. Oie
    não conhecia o livro mas parece ser uma história boa e a capa está bem legal também, muito boa a dica e a resenha, minha amiga vai amar

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Olá,

    Embora eu não goste muito de contos, fiquei super intrigada com essa história e quero muito apostar nesse livro. Adorei suas considerações.

    Abraços,
    Cá Entre Nós!

    ResponderExcluir
  21. Ana, tudo bem?

    Conheci esse livro através do Instagram, e fiquei curiosa, principalmente, porque tem personagem com meu nome, algo difícil de encontrar! rs

    Beijo

    Leitoras Inquietas

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^