Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

22 de julho de 2015

Resenha: "Marca de Sangue."




Título: Marca de Sangue.
Autor: Isabel Moreira Rego.
Ano: 2015.
Número de páginas: 212.
ISBN: 978-989-51-2925-6.
Editora: Chiado.
Livro cedido em cortesia pela editora.



 Sinopse:
O acontecimento de uma grande mudança deixou de afetar toda a humanidade. Os vampiros modernos dos finais do século vinte trocam o sangue humano pelo sangue sintético. Uma criação em laboratório, de grande expansão mundial, comercializada pelos japoneses.
Sarah Wilson é uma recente vampira empregada de mesa num bar, numa pequena aldeia, nas periferias da cidade de Pádua. Trabalha no turno da noite. Esconde de todos os colegas que é uma morta-viva com medo de ser confundida com os vampiros sanguinários de séculos passados. Para disfarçar a cor branca e transparente da sua pele, usa maquilhagem adequada ao seu anterior perfil de humana.
Um dos colegas surgiu, distanciado dos outros, para a apoiar com a ajuda dos seus conhecimentos profissionais. Com a aproximação o humano, Rangello Giovanni, apaixona-se pela vampira Sarah.
Aos poucos descobre-se, um pouco por todo o mundo, que o próprio sangue dos vampiros funciona nos humanos como uma das energias mais poderosas. É possível que os humanos ao aceitar os vampiros acabem por aceitar a sua própria extinção?


“Um romance das Trevas.”

Bom, não farei rodeios, vou apresentar a premissa e a minha opinião sobre "Marca de Sangue" para vocês. Este é o primeiro livro de uma série infanto-juvenil e, ainda que a capa do livro não remeta a nada juvenil, a história que ele contém de fato é. Lançado pela editora Chiado que gentilmente nos cedeu para que possamos apresentá-lo a vocês, o livro é escrito em primeira pessoa e pelo ponto de vista de alguns personagens, no caso, dependendo da situação, do momento e onde se passa, é o ponto de vista daquele personagem que você acompanhará.

Nele conhecemos Sarah Wilson, a nossa protagonista. Ela que é uma jovem vampira que foi transformada contra sua vontade em uma ataque que aconteceu na faculdade da cidade em que morava. Ataque realizado pelos vampiros "malvados" que são iguais aos "bonzinhos", a única diferença é que os bons não bebem sangue humano e os maus sim. O resultado foi um massacre. Os vampiros são divididos em dois Clãs, sendo eles:

1. Vampiros Sabbat dos Clãs Tzimisce -  Aqueles que não respeitam a raça humana, alimentam-se do sangue destes e não os aniquilam apenas para continuar garantindo seu próprio alimento.

2. Vampiros Kindred dos Clãs Camarilla -  Aqueles que respeitam e querem viver em harmonia com a raça humana, porém, em total sigilo do que são, alimentam-se do sangue sintético disponível no mercado e do sangue de grandes animais que vivem nas florestas.

Além dos vampiros, temos outros seres sobrenaturais, que vão apresentando-se ao decorrer da história, entre eles, temos alguns lobisomens. Ao decorrer do livro, acompanhamos Sarah em busca de vingança, entretanto, a verdade é que antes de qualquer coisa, o que Sarah realmente necessita é de auto aceitação. A vida nem sempre é justa, porém, temos de nos adequar sempre aos cenários em que essa nos coloca e fazer o nosso melhor.

"A diversidade nos animais tal como nas cores da natureza é infinita. A solução é aceitar o que num momento nos parece inaceitável."

Sarah deixa para trás o seu "primo" aos olhos humanos e amante vampiro em realidade para trás e parte em busca de sua tão sonhada vingança. Chegando a Itália, ela conhece no trabalho que arrumou de forma inesperada e rápida o jovem humano Rangello Giovanni que logo percebe o que de fato Sarah é e estende as mãos para ela, acolhendo-a e levando a mesma para viver com alguns vampiros e com ele. Foi meio estranho a amizade que os dois estabeleceram rapidamente e também por questões que não se pareciam muito com amizade. Por fim, Rangello muda totalmente sua vida, incluindo de país para poder acompanhar Sarah junto aos demais vampiros no retorno para o País que havia sido deixado para trás.

Alguns acontecimentos inesperados, algumas surpresas em quem era o lobo que tinha realizado alguns assassinatos e quem de fato é a vampira Ruth, por quem Sarah nutre certo ódio, também uma surpresa em quem a menina Sarah encontra no fim do livro, são os únicos mistérios que encontrei. A premissa do livro é basicamente essa, a busca de Sarah por "vingança" e por auto aceitação. Apenas no fim descobre-se o que simbolizou o nome do livro e que a marca provavelmente seja de família, entretanto, o que de fato a marca pode fazer além desta classificação, se é que existe algum outro motivo por trás da marca que Sarah carrega nas costas, não foi apresentado, não foi explorado.

A proposta apresentada na sinopse do livro, me fez recordar das Crônicas de Sookie Stackhouse, ainda que Sarah seja vampira e Sookie fosse uma fada/mestiça, a história é sobrenatural e particularmente, adoro histórias de vampiros, assim que entrei no site da Chiado para escolher o livro, me deparando com a capa e a sinopse, de imediato me senti cativada e "Marca de Sangue" foi o escolhido. Mas, toda e qualquer semelhança para apenas na sinopse - ou melhor, apenas a sinopse me fez recordar das Crônicas.

"O coração não perdoa ao amor, mas o amor também não perdoa ao coração quando o mesmo nasce verdadeiro."

Preciso confessar e ser sincera, por que devo isso a vocês que nos acompanham, antes de mais nada. Então, preciso dizer que o livro, em nada tem a ver com o ar de intensidade e mistérios que se apresenta na sinopse e que para mim, infelizmente, a leitura foi uma decepção. Ao meu ver, a autora se perdeu em sua própria proposta, repetiu-se demais nas palavras, nas terminologias e ações do livro, achei que faltou algo a mais. Talvez seja pelo fato de que ela apega-se muito mais ao descritivo do que as relações entre os personagens e que, meu lado crítico e leitora que gosta da intensidade não esteja acostumado, porém, senti a história de certo modo vazia. Senti falta da descrição de forma mais intensa, de emoções mais verdadeira e não de um modo mecânico. Ao ler, me senti girando, girando, girando... e por fim, infelizmente, não sai do lugar. Nenhum dos personagens conseguiu me cativar e acho que é um dos pontos que me fez desprender-me da história, infelizmente, Marca de Sangue, não é um livro que me instigou ou que eu tenha tirado proveito da leitura, para mim, foi apenas um passa tempo.

Em certos momentos, achei a leitura cansativa e como mencionei anteriormente, bem repetitiva. A escrita da autora não fluía para mim, mas isso não significa que não vá lhe agradar, para você poder tirar suas próprias conclusões sobre a história, só lendo mesmo. E gosto sempre de lembrar que, o que não agrada a uns, as vezes conquista outros e por isso, é sempre bacana, dar uma oportunidade ao livro, seja ele qual for e tirar suas próprias conclusões.

"A vingança é um prato que se serve frio. Esperei todo este tempo, desde que fui mordida por aquela malvada vampira, da qual desconhecia o seu apelido diferença e condição."

Enfim, se você procura um romance sobrenatural, esse livro aborda muito pouco disto e de uma forma bem distante, nada intenso, se for isso que busca, esse livro provavelmente não vá lhe conquistar. Todavia, se você busca um livro simples, de uma leitura com poucos mistérios, um passa tempo, pode ser que ele te conquiste. O próximo livro da série receberá o título de ''Partilha de sangue'' e ainda não sei a previsão para seu lançamento. Vale lembrar que "Marca de Sangue" foi o primeiro livro e que a autora pode surpreender nos próximos volumes fazendo com que os personagens e a história venham a evoluir.

Quanto a edição, a Chiado está de parabéns. Folhas amareladas, boa revisão, diagramação simples, ótimo.



Para Chiado Editora, deixo meu agradecimento sincero pela confiança e parceria que nos concedem e quero ressaltar que a editora contém obras excelentes em seu acervo. Vale a pena conferir.

A autora, peço desculpas pelas minhas críticas, mas fui sincera e sempre serei desta forma. Mesmo assim, desejo muito sucesso para ela em seus projetos.


Bem, é isso! Até a próxima!

20 comentários :

  1. romance das trevas é comigo mesmo
    kkk
    adorei a resenha

    ResponderExcluir
  2. Poxa, tinha ficado interessada até ler a sua resenha,
    Amo a sua honestidade em contar e explicar os fatos de verdade, já posso descartar da minha lista

    ResponderExcluir
  3. Ana lindona que pena que a leitura não atendeu as expectativas, amo livros com Vampiros mas confesso que a capa e sinopse não chamaram minha atenção, lendo sua resenha e vendo que a leitura não flui, desta vez vou deixar passar o livro. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Infelizmente, o livro não vai entrar na minha lista pois eu queria ler um livro de vampiros que eles não ficassem na mesmice de sair quando não tem ninguém, se esconder com tudo o que é possível e tudo mais. Vou passar essa leitura.

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Série infanto-juvenil? Com uma capa dessas? Vou ser bem sincera, o livro até pode ser bom, mas acho que a editora foi infeliz com a capa. Se fosse uma obra apenas juvenil, tudo bem, mas ainda não compreendi a parte do infantil... Sua resenha ficou ótima, a crítica aqui é a editora...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  6. Oi, tudo bem?
    Na verdade essa capa não parece mesmo ser de um livro juvenil.
    E não gosto de livros nesse estilo, e não me chamou atenção sinopse. E ainda mais sabendo que você não gostou tanto. Acho que não leria.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olha eu sinceramente não gostei muito da capa do livro não.
    Me passa um pouco de história erótica.
    E tipo, a história em si não me chamou muita atenção. Eu não pegaria para ler, porque eu estou numa fase de leituras mais leves sabe? Mas mesmo assim gostei da sua sinceridade na resenha. Apesar de não ser um livro UAU, pelo menos serve para passar o tempo.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/07/resenha-cure-seu-coracao.html

    ResponderExcluir
  8. Oii!

    Não me interessei muito pelo livro :/ A capa é linda e a sua resenha está muito boa, mas a história não me chamou a atenção. Talvez eu leia em outro momento, mas não agora.

    Beijos, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  9. Oi! Sua resenha tá muito bem escrita, mas eu não gosto de livros de vampiros ou qualquer outro elemento sobrenatural. Sabe, acho que já deu uma overdose disso pra mim kkkk

    Bjs, Isa
    http://pausaparaconversa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pela otima e sincera resenha. Eu amo história com vampiros, mas mesmo antes de ler sua resenha já não tinha ido com a cara do livro e ao ler a resenha só veio a concluir.
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Aninha, sua linda, tudo bem
    Gostei muito da sua sinceridade. É uma pena quando o livro não nos agrada, quando esperamos mais dele. Parecia uma boa história, também adoro vampiros. E confesso que antes de ler sua opinião no final, eu estava interessada. Mas acho que não leria, porque os personagens não te envolveram, não te cativaram.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Não me interessei pelo livro por ter vampiros e acho muito bom quando blogueiros colocam mesmo a sua opinião, mesmo que ela seja ruim.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  13. O enredo em si não me atraiu, mas a gente não pode julgar um livro antes de ler, certo? Eu gosto muito de fantasias, sobrenatural, principalmente quando envolvem vampiros, mas confesso que tenho um receio nessa leitura, pois os autores tendem muito a me decepcionar em alguns pontos importantes da história.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oiee ^^
    Uau, julgando pela capa até achei que era um livro hot *-* não curti muito a história, não sou muito fã de histórias com vampiros, e ver que a escrita da autora e a história em si não te agradaram me desanimou um pouco *-* É uma pena que tenha sido uma decepção :/
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Nossa pelo que me pareceu lendo sua resenha, a capa desse livro não tem nada a ver com a historia, eu certamente iria perder uma boa historia se eu visse esse livro em uma livraria e somente o julgasse pela capa, porque não iria comprar, vendo assim parece mais um livro hot e pelo visto é o contrario. gostei da premissa embora livros com vampiros não me agrade muito mas eu o leria sim com certeza. Adorei a resenha bem esclarecedora. ;)

    Bjuus!

    ResponderExcluir
  16. E ainda tem continuação?! Vejo que não é tão difícil publicar um livro.
    Logo que comecei a ler a resenha lembrei logo de Sookie. Assim como você, vejo muitas semelhanças, só que sem saber aproveitar a mitologia já existente.
    Ainda tem o foto de ser infantil, com essa capa. Só se em Portugal não tiver problemas. Se é que foi lançado lá.


    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oie, Ana.
    Se a leitura foi decepcionante pra você, imagina pra mim que não gosto nem um pouco do gênero e muito menos de vampiros na trama? Complicado. Mais um livro pra eu manter distância.
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Adoro livros sobre vampiros. Falou que tem vampiro eu quero ler.
    Adorei saber como é a história e com certeza ele entrou pra minha lista.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. "Marca de sangue" é um livro das Trevas e não uma historia para crianças.

    Boa leitura
    Abraço

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^